RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Londres Pode Unir-se aos EUA se Houver Novos Ataques a Al-Assad

quarta-feira, 19 de abril de 2017 |

O Ministro dos Exteriores britânico sugere que o Reino Unido poderia unir-se aos EUA em futuros ataques contra a Síria, embora o parlamento o desaprove.


Boris Johnson garantiu que o Reino Unido poderia unir-se aos ataques aéreos americanos contra o "monstro", como chamou o presidente sírio, Bashar al-Assad, na Síria, apesar de que o parlamento britânico votou contra uma intervenção no país árabe.

Durante um discurso no parlamento britânico, o alto diplomático afirmou que, "Não nos foi pedido apoio específico, mas em minha convicção, se tal pedido ocorrer no futuro, e se for um pedido razoável com objetivos similares, seria muito difícil para o Reino Unido negar-se a ajudar os EUA".

Na verdade, Johnson insinuou que o Reino Unido está pronto para apoiar Washington não apenas politicamente, mas também militarmente.

Leia também: Revelados os Planos dos EUA e Reino Unido contra a Rússia

Ele disse ao responder à uma pergunta de um deputado que questionou se o governo se sente "obrigado" a obedecer a decisão parlamentar de não intervir na Síria.

Ao avaliar o recente ataque dos EUA contra uma base síria, o ministro disse que Washington atuou "com pleno apoio do governo britânico".

As declarações de Johnson evidenciam uma mudança na política que o Reino Unido segue sobre a Síria, desde que uma dramática votação sobre este tema na Câmara dos Comuns, que acabou em 2013 com uma derrota esmagadora para os partidários do intervencionismo que defendiam o então primeiro ministro David Cameron.

Leia mais:


10 Razões para Duvidar da História Oficial que Assad Realizou o Ataque com Armas Químicas












Fontes:
- El Microlector: LONDRES SE UNIRÍA A EEUU SI SE REPITIERAN ATAQUES CONTRA AL-ASSAD
Hispan TV: Si lo pide EEUU, Londres se uniría en ataques contra Al-Asad
Hispan TV: Reino Unido y Francia apoyan ataque aéreo de EEUU a Siria
El País: El Parlamento británico rechaza el plan de ataque inminente contra Siria

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;