RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

[HOAX] O Retrato da Copa do Mundo no Brasil - Texto Divulgado Como Sendo de Revista Francesa

sábado, 15 de fevereiro de 2014 |

A reportagem da Revista France Football sobre mundial no Brasil, que apresentava algumas críticas ao mundial, especialmente sobre a segurança e as manifestações, acabou tendo uma versão em português bem diferente da original sendo divulgada por inúmeros blogs e fóruns de discussão na internet. Apesar de quase todos os pontos levantados serem reais, preocupantes e motivo de indignação, o texto sendo divulgado é na verdade um HOAX, uma mentira, justamente pelo texto não constar da matéria da revista francesa. É o problema de muitos blogueiros republicarem textos sem a devida análise e investigação. Por outro lado acabou atraindo atenção para nossa triste realidade.

No subtítulo real da revista diz: Atingido por uma crise econômica e social, o Brasil está longe de ser aquele paraíso imaginado pela FIFA para organizar uma Copa do Mundo, a menos de 5 meses do mundial, o Brasil virou uma terrível fonte de angústia.

A revista pode ser acessada no site: www.francefootball.com mas apenas se vê a capa, a reportagem, de 12 páginas, não está liberada no Brasil.

O texto abaixo saiu publicado em alguns sites como sendo a tradução do artigo da revista, mas uma análise mais detalhada provou que isto não é verdade. Apesar me muitos pontos levantados abaixo serem a mais pura verdade (nem todos, vejam no final a refutação de cada um), um verdadeiro tapa na cara para acordarmos, ele não saiu na matéria da Revista France Football. Para quem quiser verificar e quem sabe traduzir na íntegra, deixamos aqui o link para download do arquivo zipado com o pdf (55 megas), ou se preferir use o torrent para baixar o pdf. No final do post você ainda encontra dois textos mostrando como as exigências da Fifa para a copa violam direitos dos brasileiros. Segue abaixo o texto publicado em alguns sites alternativos:


- Apesar do lema brasileiro: “Ordem e Progresso”, o que menos se vê na preparação deste mundial, é Ordem ou Progresso.

- A FIFA não pediu o Brasil para sediar a Copa, foi o Brasil que procurou a FIFA e fez a proposta.

- A corrupção no Brasil é endêmica, do povo ao governo.

- A burocracia é cultural, tudo precisa ser carimbado, gerando milhões para os Cartórios.

- Tudo se desenvolve a base de propinas.

- Todo o alto escalão do governo Lula está preso por corrupção, mas os artistas e grande parte da população acham que eles são honestos, e fazem campanhas para recolher dinheiro para eles.

- Hoje, tudo que acontece de errado no Brasil, a culpa é da FIFA, antes era dos EUA, já foi de Portugal, o brasileiro não tem culpa de nada.

- O Brasileiro dá mais importância ao futebol do que à política.

- O Brasileiro elege jogadores de futebol para cargos públicos.

- Romário (ex-Barcelona) é hoje deputado. Aproveita o descontentamento com a Copa para se auto-promover, mas nunca apresentou um projeto de lei sobre saúde ou educação. Sua meta é dar ingresso da Copa para pobre(como se essa fosse a prioridade para um pobre brasileiro)

- O Deputado mais votado do Brasil é um palhaço analfabeto e banguela, que faz uma dança ridícula, com roupas igualmente ridículas, e seu bordão é: “pior que está não fica”. Será?

- Em uma das músicas deste palhaço analfabeto ele diz: “Ele é ladrão mas é meu amigo!”, Isso traduz bem o espírito do Brasileiro. (http://letras.mus.br/tiririca/176533/)

- Brasileiros se identificam com analfabetos.

- A carga tributária do Brasil é altíssima maior que a da França, e os serviços públicos são péssimos comparáveis aos do Congo.

- Mas o Brasileiro médio pensa que ele mora na Suíça. Quem está lá, na verdade, é a FIFA.

- Há um dito popular que diz que “Deus é brasileiro”.

- A FIFA, como imagem institucional, busca não associar-se a ditaduras. Tanto que excluiu a África do Sul na época do Apartheid e, ao contrário do COI, recusou a candidatura da China, apesar das ótimas condições que o país oferecia. Mas o Brasil, sede da Copa, vive um caso de amor com ditaduras.

- O Brasil pleiteava uma cadeira no Conselho de Segurança da ONU, para sentar-se ao lado França, mas devido ao seu alinhamento com ditaduras, a França já se manifestou contrariamente.

- A Presidente Brasileira parece estar alienada da realidade e diz que será o melhor mundial de todos os tempos, isso, melhor que o do Japão, dos EUA, da França, da Alemanha.http://www.youtube.com/watch?v=urmR5fXMJu8

- Só ela pensa assim, na FIFA se fala em maior erro estratégico da história da Instituição.

Confrontos

- Ano passado os brasileiros saíram as ruas para manifestar, pela primeira vez se viu um movimento assim num país acostumado a inércia, mas o Governo disse que eles eram baderneiros e reprimiu o movimento com violência. 2 mortos, mais de 2000 feridos, mais de 2000 prisões. Ninguém responsabilizado...

- Há um movimento chamado “Black Blocs” que ameaça revidar a violência do Governo.

- Há uma #hastag que já foi repetida mais de 500.000.000 de vezes em redes sociais e ameaça ‪#‎naovaitercopa

- Os próprios brasileiros pedem para os estrangeiros não irem para o Brasil. Há milhares de vídeos feitos por brasileiros neste sentido.


- O governo brasileiro acaba de gastar 400 milhões de Euros com compras de armas para a polícia e disse estar disposto a colocar o exército na rua para proteger a Copa contra os…. Brasileiros (???) Isso mesmo, o governo está ameaçando seu próprio povo.

- Há um movimento de alguns jogadores de futebol, liderado pelo ídolo do Lyon (França) Juninho Pernambucano, chamado “Bom Senso”, pedindo conscientização dos jogadores.

- Analisando os países sedes desde 1970, o número de mortes em estádios, nos 16 anos prévios a cada edição da Copa:

México: (1970): 06 mortes;
Alemanha (1974): 00 mortes;
Argentina (1978): 04 mortes;
Espanha (1982): 00 mortes;
México (1986): 12 mortes;
Itália (1990): 00 mortes;
EUA (1994): 00 mortes;
França (1998): 00 mortes;
Japão (2002): 00 mortes;
Coreia do Sul (2002): 00 mortes;
Alemanha: (2006): 00 mortes;
Africa do Sul: (2010): 17 mortes;
Brasil: (2014): 234 mortes;


Obras

- O Brasil foi o país que teve mais tempo na história de todos os mundiais para prepará-lo: 7 anos, mas o Brasil é o mais atrasado.

- O francês Jérome Valcke, secretário geral da FIFA criticou o Brasil pelos atrasos. O governo brasileiro disse que não conversaria mais com Jérome Valcke.

- A França teve apenas 3 anos, e finalizou as obras 1 ano e 2 meses antes.

- A África do Sul teve 5 anos, e terminou com 5 meses de antecedência.

- Há pouco mais de 3 meses da Copa, o Brasil ainda tem que fazer 15% do previsto.

- O custo do “Stade de France” foi de 280 milhões de Euros (o mais caro da França), uma vergonha se comparado ao “Olimpiastadium” sede da final da Copa da Alemanha em 2006, que consumiu menos de 140 milhões de Euros.

- Mas perto do Brasil isso não é nada. Cada estádio custa em média mais de 1/2 bilhão de Euros.

- E o dinheiro sai do bolso do Brasileiro. Tudo é financiado com recursos públicos. Na França tudo foi financiado com recursos privados.

- Mas o custo não é alto porque os trabalhadores recebem muito. Os trabalhadores recebem salários de fome.

- As empreiteiras é que ganham muito e há muita corrupção para os políticos.

- Não há segurança para os trabalhadores, acidentes e mortes são comuns. Na França o número de mortes nas construções foi 0 (zero).

- Mesmo com os milhões a mais, os estádios são ruins.

- Em 2007 o Brasil construiu um estádio para o Panamericano do Rio e homenageou quem???? Um diretor da FIFA, um brasileiro, corrupto para variar: João Havelange! No Brasil corruptos recebem homenagens.

- O estádio era tão ruim que não durou nem 6 anos. Isso mesmo, 6 anos….

- Hoje o estádio está interditado e não recebe mais jogos. Detalhe: custou mais de 150 milhões de Euros (mais do que o Estádio do Olympic de Marseille), e hoje serve de ninho para pombos.

- Na França, os Estádios são multi-uso, servem para competições olímpicas, jogos de Rugby, e são centro de lazer, com lojas e restaurantes e estacionamento nos outros dias da semana. No Brasil são usados só para jogos.

- Em Brasília estão construindo um Estádio para 68.000 pessoas, sendo que o time local está na quarta divisão do campeonato brasileiro e tem média de público de 600 pagantes. Tudo com financiamento público.

- Em São Paulo há 2 estádios, Morumbi e Pacaembú, ao invés de reformá-los, construíram um 3°. estádio, Itaquerão a 23km do centro da cidade e sem metrô até lá.

- O ex-presidente Lula, torcedor do Corinthians, empenhou-se pessoalmente para que construíssem este estádio em vez de reformar um dos outros 2 já existentes.

- Exceto seus correligionários, ninguém acredita que Lula foi movido por amor ao “Timão” .

- Lula é amigo íntimo de Marcelo Bahia, Diretor da Odebrecht, vencedora da licitação. Um reforma custaria menos de 100 milhões de Euros, um novo estádio tinha previsão custo inicial de 300 milhões de Euros (mas já passou de 500 milhões) um dos mais caros da história da humanidade. Lula e Marcelo são constantemente vistos em caríssimos restaurantes de Paris, tomando bons vinhos franceses. Lula, claro, se declara socialista.

- Este estádio é igualmente ruim, alagamento, péssima infraestrutura, e antes mesmo de inaugurar já caiu, matando funcionários. vide: http://oglobo.globo.com/esportes/video-mostra-momento-do-acidente-no-itaquerao-10911765

Transportes


- A atual presidente Dilma Rousseff garantiu que faria um trem-bala, nos moldes do TGV Francês, que ligaria 4 cidades-sede: SP-RJ-BH-Brasilia. A promessa está gravada em redes sociais. (http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,governo-garante-trem-bala-pronto-ate-a-copa-de-2014,381839,0.htm)

- Em 2009 foram aprovados 13 bilhões de Euros no PAC, uma soma gigantesca de dinheiro, suficiente para construir um TGV de Paris a Cabul no Afeganistão. Nunca se viu um orçamento tão alto.

- Mas o dinheiro desapareceu e nem um único centímetro do TGV brasileiro foi construído.

- Nenhum brasileiro cobra da Dilma a responsabilidade sobre a promessa do trem bala.

- Nenhuma das cidades-sede tem metrô até o aeroporto.

- Os táxis são caríssimos e os taxistas fazem trajetos mais longos com os estrangeiros que não conhecem a cidade.

- Aprenda português pois os taxistas não falam nem espanhol e francês não existe. Inglês nem pensar.

- Para os taxistas não há cursos de inglês financiados pelo governo, mas para as prostitutas sim. Parece piada, mas é verdade: ( vide: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/2013/01/1211528-prostitutas-de-bh-tem-aulas-gratis-de-ingles-para-se-preparar-para-a-copa.shtml )

- É assim que o Brasil está se preparando para receber os turistas, ensinando inglês para as prostitutas. Pergunte se há um programa assim para policiais?

- Metrôs não funcionam bem, não cobre nem 10% das cidades ou simplesmente não existem.

- Os ônibus são precários, com muitos atrasos.

- O sistema de ônibus é complicadíssimo e ineficiente.

- Diariamente os ônibus são atacados por gangues que lhes ateiam fogo sob ordem de criminosos ou simplesmente para protestar.

- Às vezes não dá tempo do passageiro sair correndo e morre carbonizado.

- Ninguém é preso, mas as autoridades dizem: “estamos investigando…

- O aeroporto da Megalópolis São Paulo tem uma capacidade de receber vôos inferiores ao aeroporto da pequena cidade de Orly, no interior da França.

- Os preços de passagens de aviões dispararam. Por um trajeto de 400km chegam a cobrar 1.000 Euros durante a copa.

- Como o Brasil não tem infraestrutura, não aproveitará a alta demanda, devendo permitir que empresas aéreas estrangeiras atuem durante a Copa, o lucro virá para a Europa ou os EUA.

- Aluguel de carros é caríssimo, e, como disse um ex-presidente brasileiro, Fernando Collor, também afastado por corrupção, os carros brasileiros são carroças sem os principais itens de segurança.

- Muito cuidado ao dirigir, o trânsito é uma selvageria. Sinalização, quando existe, é exclusivamente em português.

- Ônibus lotados a toda velocidade, dividem faixas com carroças, mendigos que puxam carros de ferro-velho, motoqueiros cruzando faixas sem sinalizar, pessoas xingando, engarrafamentos de horas. Em São Paulo chega a passar de 300km de engarrafamento, dentro da cidade, o maior da humanidade.

- Faixa de pedestre não serve para nada, não espere que os carros parem. Atropelam, matam e fogem.

- Não tente andar de bicicleta, será atropelado ou roubado.

- As estradas estão caindo aos pedaços, sem sinalização e o número de mortes em acidentes de trânsito em 2008 foi de 57.166, na França, 399, ou seja, quase 15.000% a mais de mortes, e levando em conta que no Brasil não há acidentes por neve ou gelo na pista.

- Apesar do Brasil ser autossuficiente em petróleo e estar do lado de países da OPEP, como Venezuela e Equador, a gasolina uma das mais caras do mundo, e de péssima qualidade, misturada com etanol e solvente de borracha e não há fiscalização nos postos.

- Mas o brasileiro defende o monopólio do petróleo. É o único país do mundo onde os consumidores acham que o monopólio é bom para o consumidor, e não para o monopolista.

- Não existe transporte fluvial, apesar de ser o país com mais rios no mundo. O Brasil deveria investir em barcos, pois todo ano as cidades alagam.


- As autoridades dizem que foram pegas de surpresa!

- Não há transporte por trens.

Saúde

- Reze para não ter problemas de saúde enquanto estiver alí.

- Vacina contra febre amarela é recomendada.

- Use repelentes, no Brasil ainda há pessoas morrendo com dengue, malária ou doença de chagas, já erradicadas na França no século XVIII.

- Faça um seguro de saúde privado antes de ir ao Brasil.

- Médicos privados cobram mais de 100 Euros por consultas de 20 minutos.

- Os hospitais públicos são péssimos.  Comparáveis a zonas de guerra.


- Nos últimos 10 anos o número de leitos em hospitais públicos caiu 15%. Vide
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/em-11-anos-taxa-de-leitos-hospitalares-caiu-15-no-brasil-o-bravateiro-no-entanto-dava-licoes-a-obama-vinda-de-cubanos-serve-para-demonizar-medicos-brasileiros-e-e-projeto-ideologico-dos-paises-do/

- O Brasil precisa importar médicos de Cuba, já que não tem competência para formar médicos no próprio país. Acredite: Há um programa governamental para isso.

- O Brasil gasta apenas 4% do seu PIB com saúde, e 12% com pagamentos de funcionários públicos. Nos últimos anos o gasto com funcionários cresceu, e com saúde encolheu.

- A França gasta 12% com saúde e 4% com funcionalismo.

- Resultado: Brasil é 72°. entre 100 países pesquisados pela OMS, a França 7°.

- O craque Zinédine Zidane já era mal visto no Brasil, por ser responsável direto por 2 derrotas humilhantes da “seleção canarinho” em mundiais. Ao saber que o Brasil sediaria a Copa, Zidane afirmou que o Brasil tinha outras prioridades, como a saúde e não os estádios.

- Ronaldinho Fenômeno rebateu a frase dizendo que “não se faz copa com hospitais”.


- A frase de Ronaldinho Fenômeno virou hit no Twitter e record de visualizações no youtube.

- O Pelé pediu para os Brasileiros esquecerem os problemas e curtirem a Copa.

Hospedagem:

- Paris é a cidade mais visitada do mundo, com quase 20 milhões de turistas ao ano. São Paulo é menos visitada que a pequena Benidorm na Espanha, ou que a cinza Varsóvia, na Polônia ou a poluída Chenzen na China.

- São Paulo perde para Buenos Aires, Cuzco e outras cidades Sulamericanas.

- Nem no Brasil é a mais visitada. Ninguém faz turismo em São Paulo.

- Amarga o posto 68°. na lista das mais visitadas do mundo.

- No entanto, um hotel em São Paulo custa em média 40% mais do que se hospedar em um equivalente hotel em Paris.

- Na época da Copa, um hotel de baixa qualidade em São Paulo chegará a pedir 800 Euros por noite.

- Os brasileiros não tem hábito de intercambiar casas, alugar sofás ou hospedar pessoas por sites em internet.

- Leve adaptador de tomada. O Brasil adotou um sistema que só existe no Brasil, e muda a cada 4 ou 5 anos, gerando milhões para algumas empresas.

Telecomunicações

- O minuto de celular mais caro do mundo. Vide: http://www1.folha.uol.com.br/mercado/2013/10/1352956-minuto-do-celular-no-brasil-e-o-mais-caro-do-mundo.shtml

- O sinal é péssimo, um dos piores do mundo.

- 4G não existe na maioria das cidades.

- A internet é horrível e caríssima. Para o Brasil chegar aos níveis do Iraque deveria dobrar o investimento em banda larga. Vide: http://veja.abril.com.br/noticia/vida-digital/conexao-de-internet-no-brasil-e-mais-lenta-que-no-iraque-e-cazaquistao

Segurança

- Se você não gostou do que leu até agora, o pior está aqui.

- No Brasil há mais assassinatos que na Palestina, no Afeganistão, Síria e no Iraque JUNTOS.

- No Brasil há mais assassinatos que em toda a América do Norte + Europa + Japão + Oceania.

- A guerra do Vietnã matou 50.000 pessoas em 7 anos. No Brasil se mata a mesma quantidade em um ano.

- Ano passado foram 50.177 segundo o governo, segundo a ONGs superam 63.000 mortes.

- Todo brasileiro conhece alguém que foi assassinado.

- 1% dos casos resultam em prisão.

- Este 1% não chega a cumprir 1/6 da pena, e é beneficiado por vantagens que se dão aos criminosos.

- As prisões parecem masmorras e não recuperam.

- Rebeliões com dezenas de mortos, pessoas decapitadas, esquartejadas são frequentes.

- Recomenda-se levar uma pequenas quantidade de dinheiro para caso de assaltos. É comum assassinarem as pessoas que nada tem para o assalto.

- Não leve o cartão consigo, você pode ser vítima de uma espécie de sequestro que só tem no Brasil: “Sequestro Relâmpago”.

- Não use relógios, máquinas fotográficas, celulares, pulseiras, brincos, colares, anéis, bolsas caras, bonés caros, óculos caros, tênis caro, etc… Vista-se da forma mais simples possível.

- Se for assaltado, não reaja.

- Não ande pelas ruas após as 22:00 horas.

- Caixas eletrônicos não funcionam após as 22h30, devido aos assaltos. Os políticos, no lugar de aumentar a segurança, tiveram a brilhante ideia de proibir o cidadão de bem de tirar dinheiro do caixa.

- Os bancos fecham as 16:00 horas.

- Só faça câmbio em bancos ou casas autorizadas. Existe uma grande quantidade de moeda falsa e estrangeiros são alvo fácil.

- Policiais são monoglotas. Aprenda frases como: “Eu fui assaltado”; “preciso de ajuda”, “estou ferido”, “sou francês, leve-me ao consulado por favor”.

- Há falsas blitz para assaltar pessoas.

Conclusão

- O que falta no Brasil é educação. Os números são assustadores, mesmo quando comparados com seus vizinhos sul-americanos.

- O Brasil tem uma porcentagem de universitários menor que o Paraguai.

- Apenas 3% dos Brasileiros são bilíngues.

- A Argentina tem 5 prêmios Nobel, a Colômbia 1, o Chile 2, a Venezuela 1, o Brasil??? Zero!

- Entre as 300 melhores universidades do mundo, não tem nenhuma universidade Brasileira.

- O país tem 9% de analfabetos;

- No Brasil há 33.000.000 de analfabetos funcionais.

- Ano passado surgiram 300.000 novos analfabetos.

- No ranking da ONU de 2012 o Brasil, que já estava mal colocado, caiu mais 3 posições, e hoje é o número 88°. no mundo. (A França é 5°.)

- O Brasil fica atrás de Belize, Ilhas Fiji, Tchad, Azerbaijão, Ilhas Maurícios, Uzbequistão, Mongólia, Paraguai, Trinidad e Tobago, Belarus, Tijiquistão, Botswana, São Tomé e Príncipe, Namíbia, Santa Lúcia, Moldavia…. até atrás da Palestina em guerra, o Brasil conseguiu ficar.

- UMA VERGONHA INTERNACIONAL mas o brasileiro está muito feliz de ser pentacampeão de futebol.

Nos corredores da FIFA já se admite que foi o maior erro da história da Instituição eleger o Brasil como sede. O que se fala é que os dirigentes deveriam ter ouvido o grande Estadista Francês Charles de Gaulle, quando disse: “O Brasil não é um país sério” "

via Mario Saveri

Exigências da Fifa para a Copa violam direitos dos brasileiros

Entidade quer punir torcedores que desistirem de ingresso comprado

A Lei Geral da Copa, encaminhada pelo governo ao Congresso Nacional no mês passado, pode dar tantos poderes à Fifa (Federação Internacional de Futebol) que algumas das principais leis de proteção ao consumidor brasileiro serão colocadas na geladeira no mês em que acontecer o evento, programado para 2014.

O texto prevê uma série de medidas sobre os eventos esportivos internacionais vinculados à Copa do Mundo, como as responsabilidades da Fifa e da União em relação às competições e eventos paralelos, a proteção de símbolos oficiais protegidos, as punições para quem falsificar produtos licenciados e as regras sobre venda de ingressos.

Principal fornecedora de produtos da competição, a entidade pede a regulamentação de venda casada (quando alguém é obrigado a comprar um outro produto junto com o que realmente quer adquirir), a elevação da pena para quem for condenado por falsificar objetos com a marca oficial da Copa e ainda ameaça com punição quem desistir de ingressos comprados para os jogos.

A polêmica começou quando se descobriu que o projeto de lei e as exigências feitas pela Fifa entram em conflito com dispositivos já vigentes no Brasil, como o direito à meia-entrada, o Código de Defesa do Consumidor, os Estatutos do Idoso e do Torcedor e leis adotadas por alguns Estados para questões específicas, como a venda de bebidas alcoólicas.

A organização presidida pelo suíço Joseph Blatter já disse, por exemplo, que não quer que estudantes e idosos tenham direito a pagar meia-entrada para assistir às partidas. Além disso, não abre mão da venda de bebidas alcoólicas nos estádios, o que é proibido por leis estaduais, e pretende elevar a pena para quem piratear produtos esportivos.

Acontece que o maior fornecedor desses produtos é a própria Fifa, que também faz a intermediação da maioria das relações comerciais nos jogos. De acordo com o advogado do Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor), Guilherme Varella, se aprovada, a lei fará da entidade uma “superfornecedora”.

- A Fifa tem exclusividade na venda de todos os produtos e serviços cuja marca seja a Copa do Mundo, desde a negociação de transmissão das imagens até a venda de ingressos e de produtos básicos, como camisetas e canecas.

Ele diz que, como fornecedora, a Fifa deveria se sujeitar à legislação brasileira.

- A Fifa não pode ser uma exceção sob o pretexto da excepcionalidade do evento. A Lei da Copa permite que ela entre no território nacional como uma superfornecedora. Nenhum outro fornecedor terá as mesmas condições durante o torneio.

Cadeia 

Mas esses não são os únicos privilégios que a entidade exige. No artigo 33, inciso III, a Lei Geral da Copa diz que a Fifa poderá estabelecer uma “cláusula penal” caso um torcedor queira desistir do ingresso “após a confirmação de que o pedido do ingresso foi aceito ou após o pagamento do valor do ingresso”.  Para valer, o texto precisa ser aprovado pelo Congresso e depois sancionado pela presidente Dilma Rousseff.

Varella afirma que, na prática, o brasileiro – que hoje tem o direito de desistir de uma compra em até sete dias – poderá ser multado e, no limite, até condenado à prisão.

- A cláusula diz que, se o consumidor desistir do ingresso, ele receberá uma multa que, se não for paga, pode se converter em uma pena que deverá ser cumprida na cadeia.

A Fifa também quer subir a pena para quem piratear seus produtos: de um a três meses para um a três anos de prisão.

- Eles se preocupam com a pirataria, mas tem preocupação quase nula com o consumidor. A Fifa atropela as leis nacionais. Em nenhum momento se fala em seus deveres e responsabilidades, mas ela responsabiliza o Brasil por eventuais problemas. É uma relação desequilibrada. Esses superpoderes eliminam a reparação aos torcedores.

Com a lei, a Fifa poderá até fazer a chamada “venda casada”, quando obriga alguém a comprar um produto para adquirir o que realmente quer.

- Eles vão poder, por exemplo, só vender para o torcedor um jogo entre Brasil e Argentina se ele também comprar o pacote que vai ter a passagem de avião e o hotel perto do estádio. Isso é proibido pelo artigo 39 do Código de Defesa do Consumidor.

A coordenadora institucional da Proteste, Maria Inês Dolci, diz que a Lei Geral vai colocar por terra pelos menos 20 anos de lutas sociais.

- Estamos colocando em risco 20 anos de trabalho intensivo da sociedade que se organizou no Brasil. Não é fácil um país como o nosso ter um Estatuto do Idoso, um Código de Defesa do Consumidor.

Para incluir a sociedade na discussão, a entidade colocou uma petição em seu site (www.proteste.org.br) para que os brasileiros peçam mudanças no projeto. Esse abaixo assinado será entregue ao governo federal e ao Congresso.

- Temos de mostrar às autoridades brasileiras que é uma grande ameaça ter esses direitos revogados. Os direitos do consumidor não devem acabar com a Copa.

É o que pensa o senador Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), responsável por um requerimento propondo um debate da Lei Geral da Copa no Congresso.

- A Fifa inclui uma cláusula penal para quem utilizar as marcas “Copa do Mundo”, “Brasil 2014” e “Mundial de Futebol”. Quem fizer uma pintura dessas na parede pode ficar preso de 1 a 3 meses.

Desrespeito 

Para completar, há gente no Planalto que interpretou como desrespeito o fato de a presidente Dilma Rousseff não ter sido recebida pelo presidente da Fifa, Joseph Blatter, na última segunda-feira (3), em Bruxelas, na Bélgica, para uma reunião dedicada a debater justamente a Lei Geral da Copa. Quem atendeu a presidente foi o secretário-geral da entidade, Jerome Volcke.

Randolfe lembra ainda que o Senado aprovou, no dia 28 de setembro, um convite para que o presidente da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) e do COL (Comitê Organizador Local) da Copa, Ricardo Teixeira, vá ao Congresso participar de uma audiência sobre a lei. O encontro, contudo, ainda não foi agendado, e Teixeira não é obrigado a comparecer – pois foi convidado.

Para o senador, “a lei é uma intromissão ao que diz a Constituição”.

- É uma legislação imposta por uma entidade estrangeira que revoga 14 dispositivos do Estatuto do Torcedor e retira direitos já conquistados. Nem a ditadura fez isso. Até ela tinha uma ordem institucional que seguia. Rasgar a Constituição é um preço muito alto pela Copa do Mundo.

----------------------------------------------------------

Antes de apresentar as refutações, gostaria de deixar aqui um artigo que apresenta o que realmente foi informado pela revista francesa:

Revista France Football faz matéria sobre a Copa de 2014 e cita ‘Medo do Mundial’
Em entrevista a publicação, presidente da Fifa, Joseph Blatter, confessou que talvez tenha dado confiança demais para organizar o evento no Brasil
France Football cita problemas na organização da Copa de 2014 no Brasil
Uma das revistas mais conceituadas sobre futebol no mundo, a France Football divulgou uma reportagem especial sobre a organização da Copa do Mundo de 2014 e fez duras críticas a organização do evento. Com a manchete ‘Peur sur le Mondial’ (Medo do Mundial), a publicação francesa apresenta uma matéria de seis páginas citando problemas que as seleções e os torcedores poderão encontrar no Brasil durante a competição.
Jornal inglês diz que Rio Ferdinand irá anunciar sua aposentadoria esta semanaData de inauguração da Arena da Amazônia será adiada novamente, garante governadorVeja como Honduras pode ser a surpresa na segunda fase da Copa do Mundo 2014
De acordo com a revista, a insatisfação da população brasileira, os diveros atrasos nas entregas dos 12 estádios da competição, as diferenças climáticas nas regiões que sediarão os jogos da Copa do Mundo e o aumento do preço dos ingressos são os principais pontos que podem gerar raiva, confusão e pânico a quem estiver no país durante o Mundial de seleções.
Citando o atraso do evento como “uma fonte de angústia”, a publicação destaca que o Brasil ainda não concluiu muitas de suas obras prometidas restando pouco mais de quatro meses para o início da Copa do Mundo de 2014.
Os acidente que ocorreram nas áreas dos estádios da Copa, como as mortes dos operários na Arena da Amazônia e na queda do guindaste da Arena Corinthians, foram abortados pela publicação, que culpou a “falta de tempo para a entrega das arenas pelas fatalidades”. Ao todo, seis mortes já foram confirmadas nos canteiros de obras do Mundial.
Até mesmo o movimento Bom Senso FC, liderado por jogadores experientes do futebol brasileiro, foi citado pra France Football. Segundo a revista, o Brasil está longe de beneficiar os atletas que atuam no país.
Por fim, a reportagem apresente em uma de suas páginas uma entrevista exclusiva com Joseph Blatter, presidente da Fifa. O dirigente revela que "talvez possa ter dado confiança excessiva no Brasil para organizar o maior evento do futebol mundial" e completou afirmando que “o orgulho não deve fazer esquecer os compromissos do governo com as obras de infraestrutura”.
Questões políticas, econômicas e de alta da inflação também foram abordadas pela France Football, que fala em mais de €  11 bilhões (quase R$36 bilhões) gastos em investimentos para a Copa do Mundo de 2014.

----------------------------------------------------------

Refutações:

Abaixo coletei algumas refutações aos diversos pontos da matéria divulgada por muitos sites e blogs:

5) Na verdade, a carga tributária da França não é menor do que a do Brasil. A França tem a 26ª.
maior do mundo, o equivalente a 43,15% do PIB. O Brasil fica em 30º. Lugar, com
35,13%. (wikipedia mostra 34,4).

6) Não, os serviços públicos no Brasil não são semelhantes aos do Congo. Na verdade, a expectativa de vida no Congo é de apenas 53 anos. No Brasil, chegou, em 2013, a 74.6 anos (fonte , fonte2). No Congo, a mortalidade infantil é de 88 crianças (de cada grupo de mil nascidas). A taxa de mortalidade infantil no Brasil caiu 75% entre 1990 e 2012, de acordo com a ONU. Se, em 1990, o país registrou 52 mortes de crianças a cada mil nascidos vivos, em 2012, a taxa foi de apenas 13 mortes a cada mil nascidos vivos.

7) Não, o Brasil não vive um caso de amor com ditaduras. O governo venezuelano é legitimamente
eleito, assim como aqueles de Bolívia, Equador, Chile, Argentina, Uruguai e Peru. O Brasil respeita o sistema de eleição de representantes em outros países, reconhecendo a soberania desses povos para definir a metodologia de escolha de seus governantes.

8) A França jamais utilizou qualquer referência a alinhamento com “ditaduras” para negar ao Brasil assento no Conselho de Segurança da ONU. Na verdade, a França defende a presença do país no órgão. (fonte)

9) Não, a FIFA jamais afirmou que foi um “erro estratégico” escolher o Brasil como sede da Copa do Mundo. O receio da entidade é justamente a promoção de ataques violentos, como aqueles que já provocaram a morte de 23 pessoas desde a eclosão dos protestos, em junho de 2013. (ver matéria acima)

11) Não, não são os próprios brasileiros que pedem para os estrangeiros não visitarem o Brasil. Nem há “milhares” de vídeos nesse sentido. O mais comentado, produzido com esmero técnico e alto investimento, foi publicado por Carla Dauden. O vídeo de Dauden é uma fraude. Cria números fictícios, adultera dados e subverte a realidade. (fonte)

13) Não, o movimento Bom Senso não é liderado pelo ídolo do Lyon, Juninho Pernambucano, apenas mais um participante. O principal condutor da causa era o zagueiro Paulo André, do Corinthians, até sua saída para o futebol Chinês. 

14) Não, embora a violência entre torcidas seja um fenômeno preocupante, o Brasil está longe de ser o único país maculado por esse tipo de conflito. Há mortes recentes registradas na Itália, na Inglaterra supostamente pacificada, na Turquia, em Portugal e na Espanha. Não consta do falso artigo, por exemplo, referência aos confrontos mortais recentes entre torcedores de Lazio e Roma. Tampouco há referência aos torcedores do Tottenham esfaqueados na capital italiana.

15) Não, o Brasil não é o país mais atrasado na preparação de uma Copa. Houve atraso inclusive na França, como nos estádios de Marselha e Nantes. O próprio Stade de France foi inaugurado antes da finalização das obras. Estacionamentos, por exemplo, continham toneladas de material de construção. Muitos dos elevadores não funcionavam. Na Copa da África do Sul, algumas estradas de acesso estavam sendo pavimentadas no dia anterior à cerimônia de abertura. A maior parte dos grandes estádios brasileiros está em perfeitas condições para receber o mundial.

16) É falsa a informação de que o Stade de France custou 280 milhões de Euros. Na verdade, custou 384 milhões de Euros, o equivalente a 1,2 bilhão de Reais. Isso se considerados os valores de referência da época (1998). (fonte)

17) É falsa a informação de que o Olympiastadium, na Alemanha, custou apenas 140 milhões de Euros. Custou, na verdade, 247 milhões de Euros, segundo valores de 2004, o equivalente a 812 milhões de Reais. No entanto, não estão computados aí os valores da obra inicial, de 1936, o equivalente a 46 milhões RM. (fonte)

18) É mentira que a África do Sul tenha tido apenas 5 anos para se preparar para a Copa. Sua escolha se deu em 15 de maio de 2004, em votação realizada na sede da FIFA, em Zurique. Teve, portanto, mais de 8 anos para realizar as obras. Nem todos os trabalhos, no entanto, foram concluídos nesse período, especialmente na área de infraestrutura.

19) Não é verdade que os estádios brasileiros custem mais do que os citados acima. O Castelão, em Fortaleza, por exemplo, teve custo final de R$ 519 milhões de reais. O Mineirão custou R$ 615 milhões. Nem mesmo os estádios de abertura e fechamento da Copa no Brasil, a Arena Corinthians e o Maracanã, tiveram obras tão caras quanto o Stade de France.

20) Não é totalmente verdade que os estádios brasileiros sejam construídos com dinheiro público. O que ocorre, como na Arena Corinthians, é um financiamento de parte do valor pelo BNDES. O clube ofereceu garantias e assumiu compromisso legal de saldar sua dívida.

24) Não, Itaquera não é no fim do mundo. E, ao contrário do que diz o hoax, a área do estádio tem sim uma estação de metrô e um grande shopping center agregados. A população local hoje comemora os benefícios da obra e a expansão da malha viária na região.

26) Não, a Arena Corinthians não é “um dos estádios mais caros da “história da humanidade”. É mais barato, inclusive, que o Stade de France.

Continua...

Fontes:
Fórum Anti Nova Ordem Mundial: Revista France Football: "Medo do Mundial"
Smiling Cause Life is Beautiful: O retrato da Copa do Mundo no Brasil. 12 Páginas de uma Revista Francesa (France Football) que resumem o Brasil em todos os sentidos
- Viomundo: Exigências da Fifa para a Copa violam direitos dos brasileiros
- R7: Exigências da Fifa para a Copa violam direitos do consumidor brasileiro
- Parte das refutações retiradas e revisadas deste artigo do blog Verdade Mundial

34 comentários:

Anônimo disse...

vergonha de ser brasileiro!!!!!!!

Anônimo disse...

Orgulho imenso de ser brasileiro. A França publica isso como se eles fossem perfeitos, mas posso afirmar que não existe país perfeito e cada um com o seu tempo. Por favor, o brasileiro é um animal, em vez de ajudar a levantar o país, só quer fuder mais ainda! Haja burrice...

Anônimo disse...

Lendo comentários é fácil compreender a verdade quando se fala em "analfabetismo funcional"
Classificar universidades e escrever, no caso, mal com "u", tem mais é que se ficar calado mesmo.

Johann M. disse...

Meus caros comentários percebam que é um hoax. Usaram a capa da revista francesa e criarem esses itens.

Anônimo disse...

Para vermos o quanto somos mesmo atrasados como povo, basta ver a coerência no uso da língua portuguesa do comentário do Anônimo anterior ao meu: ao mesmo tempo que ele se diz orgulhoso de ser brasileiro, já diz que o brasileiro é um animal. O analfabetismo funcional no Brasil é epidêmico.

Filipa Nunes disse...

bom vamos lá... pode ser um hoax, para quem não sabe .. noticia falsa, ou seja a revista francesa não publicou este texto, mas... nada do que foi dito é mentira, excepto o fato de os bancos encerrarem ás 16 e não ás 15h , como foi falado.. e lembrando que quem escreveu o texto, sendo de nacionalidade francesa, escreveu em francês, agora quem o traduziu para português tenho quase a certeza que foi um brasileiro visto que " mal"foi escrito com "u" e não com l , isto quando falaram das universidades... mas ok... e aqui no Brasil tem como de costume ser uma grande batalha para se falar correto e escrever correto... ma nada me surpriende visto que aqui se fala "" pra mim fazer"" ou " fazeno"... mas o povo não se ofende com o errado mas sim com a verdade... é devido a estas mentalidades que o Brasil, que poderia ser uma super potência, não vai para a frente...

Filipa Nunes

Anônimo disse...

Não podemos afirmar que tudo que está escrito nessa revista é verdadeiro, pois pode se ver claramente alguns exageros, mas infelizmente a maioria é verdade. Devemos levar isso com uma crítica construtiva. Não devemos simplesmente abaixar a cabeça e sim fazer algo para tentar mudar a situação. Devemos ser nacionalista, mas não nacionalista ufanista. Devemos valorizar o que tem no nosso país e tentar melhorar a situação e não só dizer que ele não tem mais jeito. Muitas pessoas valorizam muito o que é estrangeiro e isso não ´r o certo. Eles falam que nós mal sabemos a língua dele, mas e quando a gente vai para os países deles ? Não recebemos nem um copo de água se não soubermos o seu idioma e muitas vezes sofremos preconceitos. Acho que eles relataram muitas das verdades do Brasil , ele não precisava de uma copo, não vai ser isso que melhorar a situação do país. O brasileiro precisa é de educação e saúde.

Emmille Rose disse...

O problema disso tudo é dos corruptos que o próprio povo elege, duvido se na França ou em qualquer outro país desenvolvido esses hereges tenham tantas regalias. Quem sabe com uma grande reforma política não mudem mais as coisas pra melhor!

graciela alves disse...

Sei q a revista n publicou isso mas é sem duvida verdade apesar de pensar q os culpados somos nos mesmos q sabemos de tudo isso e n fazemos nada p mudar "cade o gigante ta dormindo?"......

Anônimo disse...

Parabéns, falou mal do escritor e cometeu erros tão básicos como os dele. É o roto falando do esfarrapado.

Anônimo disse...

Pergunta: VC sabe o que é um herege? Se não sabe então não escreva bobagem.

Renan Cardoso disse...

Muito legal o trabalho no final de ver a legitimidade do artigo na versão brasileira. Mas não dá para inocentar o sistema com essas correções de dados. Aqui não há transparência e isso já mostra uma corrupção. Dizer que o Brasil não tem uma ditadura ainda depois de assistir tanta repressão violenta após os protestos é brincadeira.
#naovaitercopa

Osmar Almeida disse...

Meus compatriotas, rsrsrs
Os problemas do Brasil podem ser resolvidos! Como? Com uma educação de qualidade para nossos jovens e nossas crianças. Não se trata tão somente de saber escrever, ler, saber calcular a circunferência da Terra e bla bla bla bla... Mas sim de formar cidadãos de bem e honestos! Vamos acabar com essa cultura de o brasileiro querer ganhar vantagens em tudo e sobre todos. Precisamos formar jovens de caráter ético!
Pena que nós não veremos a mudança, mas nossos filhos terão a oportunidade de ver a cultura mudar aos pucos e os nossos netos usufruirão das mudanças.
Nós seremos os semeadores, os nosso filhos regarão e nossos netos colherão os frutos de uma nação que tem a educação como prioridade!

Osmar Filho

 Taxilunar disse...

É verdade, é triste, todo mundo diz ter vergonha, mas a falta de ação é verdade também, para o brasileiro em geral esses problemas são gerados e são de responsabilidade de outrem. A começar pela própria língua que não faz questão de falar corretamente, a maioria esmagadora que reclama disso tudo, daqui a pouco vai ver novela, "tomar uma" e esquecer de tudo, menos de reclamar.

SENAM disse...

Educação, vejam o documentário "A Educação Proibida", já é uma atitude para entender "os porquês" da educação ser a merda que é.
Atitude: Podemos num movimento de união pelo pais anular as eleições com a simples abstinência de 50% dos eleitores (é lei) e fazer trocar todas "as moscas dessa merda" e depois remover a merda e fazer o PAIS entrar nos eixos. Só depende de NÓS MESMOS.

Anônimo disse...

A tradução "excessivamente livre e criativa" lançou tintura, apenas, em uma série de verdades sobre a banânia.

GLEICE disse...

eu concordo com que a revista disse nós todos os dias vemos esses politicos nos roubarem e não fazemos nada, hj ainda vi que a presidenta Dilma vai se releger, eu desisto se esta mulher ganhar aí sim tudo que eles disseram vai ser verdade.

João Paulo disse...

Tudo verdade e sem nenhuma excessão.

Miguel disse...

Para que um produto seja vendido, ele precisa de quem o consuma.
Assim o é com a indústria de boatos/farsas/hoax.
Vamos mudar nossas posturas de consumo, e também tentar influenciar nossos amigos, nosso meio, para que caminhemos para uma internet menos poluída.

O próprio UOL mostrou que esse texto é uma farsa...

Anônimo disse...

É muito fácil estar do lado de países ricos e criticar os menos favorecidos. A GRANDE MAIORIA DOS PAISES RICOS FICARAM RICOS MATANDO E ROUBANDO DOS QUE HOJE SÃO POBRES. Napoleão Bonaparte, por exemplo era uma assassino protegido pelas leis francesas daquele tempo. Por acaso o Brasil teve algum assassino explorando outros países? Então não pode estar nos padrões de vida dos paises europeus e EUA!

Anônimo disse...

TUDO VERDADE.

Anônimo disse...

Você parece que adora os outros países e não o seu. Adora a família do seu amigo e não a sua. Adora a casa do vizinho e não a sua. Que o Brasil tem diversos problemas como: sistema de saúde precário, falta de segurança, analfabetismo, corrupção, todo mundo sabe. Quando alguns jornalistas estrangeiros escrevem artigos sobre o Brasil com preconceito, discriminação e ignorância (pois eles mal conhecem o nosso país), ninguém tem autocrítica. Ora, repare nos artigos, tanto da imprensa nacional como na estrangeira. Repare como falam da Ucrânia e como falam do Brasil. O Brasil sempre é discriminado. A Europa é um continentes de guerras. Policiais que matam estrangeiras na França e Inglaterra, ficam impunes. O mundo Apoiou a Rússia (que está querendo tomar um país a força) a sede das olimpíadas de inverno. Para os jornalistas europeus e americanos não há ditadura na Europa, só na América latina (Brasil, Venezuela, Argentina,..). Os artistas americanos se preocupam com o que acontece na Venezuela, estão apavorados. Mas, esses artistas não criticam o imperionalismo dos EUA, o aumento preconceito racial nos EUA e na Europa. Quando há um tiroteio no morro do Rio, a imprensa estrangeira logo fala mal de todo mundo (de governo, da população, de que só pensamos em carnaval). Quando alguém entra numa escola americana e mata uns 12, foi uma fatalidade. Os EUA, tão certinhos preferem ver seus filhos morrerem do que fazer uma campanha contra o desarmamento e proibir o uso de armas. Aqui, no Brasil, há mortes, em razão de roubos, brigas, etc. Os americanos matam uns aos outros pelos mesmos motivos que aqui; mas por lá casos assim: o cidadão acorda e simplesmente decide matar algumas pessoas em uma escola ou cinema qualquer. Por falar em intolerância, os Espanhóis merecem o nosso destaque. Se houvesse um plebiscito sobre separação na Espanha, cada cidade seria um novo país. Os brasileiros acham bonito o orgulho catalão; viva ao Barça. Há o futebol. Quando vemos na TV um insulto de racismo na Europa: Ô PORRA! quando isso ocorre no Brasil: O QUE É QUE OS EUROPEUS VÃO DIZER DE NÓS?. Amigos, alguns jornais estrangeiros não criticam o Brasil, não; eles discriminam a nós e ao nosso país. Puro preconceito. Mais grande parte da culpa é nossa, pois quando algum estrangeiro fala que aqui só tem puta é por que, fazemos anúncios com mulheres seminuas, chamando os turistas para nos vistar. O pior é quando vemos um turistas estrangeiro perguntamos logo: E nossos mulheres. Nós adoramos falar mal de nós mesmos e admirar os vizinhos. Mas, todo mundo sabe que bom mesmo é o nosso lar, por pior que seja. As vezes nossos vizinhos são piores que nós, e na maioria das vezes são iguais. Será que quando tu está na pior é teu vizinho, que te critica, que te socorre ou é tua família? Amigos, tenham certeza, nenhum país do mundo tem moral para falar mal do brasil. Resolvam seus problemas, depois podem criticar quem vocês não conhecem. Quando ao texto do blog, sensacionalista, com algumas falsas informações, como por exemplo dizer que a África do Sul entregou os estádios bem antes do mundial. Mentira, tinha estádio com tinta fresca. Por falar em África do Sul, eles sofreram as mesmas discriminações que nós, antes e durante os mundias. A nossa imprensa seguia a mesma linha de crítica da imprensa europeia em relação aos africanos (só mostrando a pobreza). Vocês pensam que os Europeus apoiam as manifestações pacíficas? Claro que não. Eles querem que a copa não seja uma grande copa. Quem é o Brasil pra querer ser melhor que um país europeu? Eles aproveitam as manifestações pacíficas, para dizer que os manifestantes vão fazer o terror durante o evento copa do mundo. Continue dando valor ao teu vizinho que só fala mal de você, que só ver o que tu tem de ruim para levar para os outros, aumento os fatos, e que nunca te fez um elogio. PENSE NISSO.

Saulo disse...

Uma pena o que foi feito neste país em nome de eventos esportivos. A Copa foi uma desgraça para o Brasil, ao meu ver só nos trouxe dores de cabeça. O pai da Copa sumiu quando o circo começou a pegar fogo. O bobo da corte do Ronaldo se mandou pra Londres. Sobramos nós aqui, nesta terra arrasada pela corrupção e pela especulação imobiliária. Brasil, eu te amo, mas há brasileiros que não fazem jus a este título, deviam ir morar lá nos EUA ou na Europa e deixem este país pra quem quer vê-lo evoluir!

Anônimo disse...

A vergonha não seria de sermos Brasileiros mas de ficarmos sentados no sofá reclamando o tempo todo, e não fazer absolutamente nada.Porque não fizemos um mega abaixo assinado pra copa não vir pro Brasil, pq não fomos as redes sociais dizer ao mundo que isso não ia dar certo.Pq não postar nossa precáriia estrutura em hospitais, segurança, etc...Todos somos responsáveis pelo País que estamos.Somos covardes, frios, egoistas culpamos Governo,Policia,Mãe,Pai o sistema.NOW.Quando lecantarmos a BUND do sofá e fazer realmente o que tiver que fazer quem sabe aí quem sabe teremos um futuro melhor.

Anônimo disse...

Acho que o moderador do site deveria avaliar as opiniões Xenofóbicas de certos portugueses, como por exemplo, a Sra. Filipa Nunes.

Vem aqui dizer que escreveram mau com L ou com U e ainda dar uns pitacos em falano e fazeno, etc...e o pior. Tirando conclusões sobre brasileiros terem ou não traduzido o texto.

Pois saibam que vivi em Portugal por 3 anos e não aguentava ouvir os portugueses dizendo: "AGENTE FOMOS", "AGENTE FIZEMOS", dentre outras que prefiro não me lembrar.

Ela mesma errou em sua escrita. Depois o governo vem com esta história de "países irmãos"...uma balela! Lá são desesperados para invadirem o nosso mercado, como se veiculam na televisão ou rádios: -O Brasil tem um mercado brutal.

Nós precisamos abrir nossas mentes e pararmos de ter a síndrome de colonizados. Para quem não sabe, o Brasil liderou em Portugal a nova Ortografia Portuguesa. O primeiro ministro ficou aos risos com a fábrica da Embraer que já deve ter sido aberta nas imediações de Leiria. Sempre o Brasil ajudando os outros!

Lá se entra no trabalho às 9 da manhã e não há trânsito. Portanto eles têm tempo hábil para ficarem revisando textos e debochando dos brasileiros!

Lá se obtêm enormes descontos em farmácias com medicamentos que têm comparticipação do governo.

Portanto, chega desta história, pois lá também há inúmeros problemas e ninguém por aqui fica dando palpites sobre isto. Cada um na sua!

Fernando Magalhães.

Anônimo disse...

Muito do texto é verdade. Algumas verdades com retoques exagerados. O conselho, se posso dar, é aproveitar a visibilidade do evento para protestar (pacificamente) durante os dias dos jogos. Pode ser que os governantes corruptos se envergonhem mais com os protestos do que com os vexames das obras não concluídas ou improvisadas. Vem pra rua na Copa!!!!

comprar seguidores instagram disse...

mto bom o blog

Marcelo R. disse...

O pior de tudo é que eu sou apaixonado pelo nosso país e mesmo assim concordo com tudo o que foi dito, principalmente em relação ao governo.

Os políticos só se preocupam em vender a sua imagem para a próxima eleição e esquecem da sua verdadeira missão. Esquecem não, fingem que esquecem. A corrupção é absurda e os únicos prejudicados somos nós.

O futebol é um esporte que poderia oferecer tantas qualidades para o nosso povo, tirando crianças na rua e incentivando a união dos torcedores. Mas, apesar de todas as vantagens, parece que a gente só encontra desvantagem.

Eu quero que essa Copa no Brasil passe logo para que eu finalmente consiga ver, rever e tirar minhas conclusões sobre os pontos positivos e negativos do mundial. Pelo que parece, temos muito mais pontos negativos...

Abraços,
Marcelo.

Anônimo disse...

Na verdade estmaos em um país corrupto sim , com certeza flertamos e muito com ditaduras, afinal estamos construindo portos em Cuba ( com dinheiro público), e ainda estamos importando médicos de lá, para suprir a nossa grande imcompetência em forma-los aqui. Sinceramente, queria ter nascido em outroa país, de preferência na Europa, onde tudo funciona. Brasil é sinônimo de corrupção e vergonha... nada mais.

Neilson Fenandes disse...

Uma parcela da culpa do nosso país estar desse jeito é nossa, que na maioria das vezes ficamos quietos e não agimos, falamos, mas não lutamos, ficamos inconformados, mas esse inconformismo não passa do nosso grupo de conversa. O dia em que nós descobrirmos o que temos na mão, nós definitivamente iremos mudar esse país.

" Pátria Amada, Brasil"
Neilson Fernandes Dantas

Pavlov disse...

O que foi dito é mentira ?

Anônimo disse...

Eu sendo um gringo não viria ao Brasil. Nosso país infelizmente não garante direito básicos de sua propria população, o que dizer de estrangeiros.

reinaldo lingrens disse...

nunca vi nenhum pais fazer copa do mundo com dinheiro publico isso é uma vergonha gastou mais do que as ultimas 3 copa

Anônimo disse...

NO "CONEXÃO REPÓRTER" JORGE KAJURU REVELA que o brasil vai ganhar a copa de 2014, e tudo nao passa de uma farsa.vejam o video

http://youtu.be/tYwTdtxCGVo

http://tvkajuru.com/

Posts Relacionados
 
;