RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

A Verdade por Trás da Censura do Google e Facebook

quarta-feira, 19 de abril de 2017 |

Google e Facebook competem pelo manto da "maior censura do mundo"

Enquanto está sendo revelado que o gigante motor de busca Google deu suas diretrizes a contratantes para censurarem e retirarem das listas o site Infowars, é importante notar que o Google e o Facebook têm tentado controlar e censurar a Internet por anos.


Na semana passada, o Google lançou seu novo recurso de "verificação de fatos", que usa - assim como o Facebook - os meios de comunicação de esquerda como o Snopes.com e Politifact.com para combater as "notícias falsas".

"Mesmo que conclusões diferentes possam ser apresentadas, pensamos que ainda é útil para as pessoas entenderem o grau de consenso em torno de uma determinada afirmação, e ter informações claras sobre quais fontes concordam", disse o cientista de pesquisa do Google, Cong Yu.

O Facebook também tem sido pioneiro nos esforços de supressão de informações nas mídias sociais, enterrando tópicos conservadores e "injetando" histórias selecionadas no módulo de tendências que nem sequer eram populares, indo contra as afirmações da empresa de que eles simplesmente mostram "tópicos que recentemente se tornaram populares no Facebook."

Leia também: Cresce de Forma Alarmante a Censura na Internet no Mundo Todo

"Dependendo de quem estava no turno, as coisas estariam na lista negra ou na tendência", disse um ex-curador de notícias do Facebook ao Gizmodo. "Eu chegava no turno e descobriria que o CPAC ou Romney ou Glenn Beck, ou tópicos conservadores populares não estariam nas tendências porque ou o curador não reconheceu o tópico da notícia, ou era como se eles tivessem um viés contra Ted Cruz."

"Eu acredito que ele teve um efeito horripilante sobre as notícias conservadoras," acrescentou ele.

Leia também: Ex-Funcionários do Facebook: "Nós Ocultamos Notícias Rotineiramente"

Em dezembro passado, o Facebook anunciou sua intenção de lutar contra as "notícias falsas" ao fazer parcerias com as mesmas organizações de "verificação de fatos" que o Google recentemente trouxe para suportar sua própria diretriz de censura, incluindo a Snopes.com, ABC News e Politifact.com

O bilionário globalista George Soros também desempenha um curioso papel incentivando a censura on-line e supressão de informações.

Em agosto de 2016, o grupo hacktivista DCLeaks divulgou uma coleção de documentos revelando que o Open Society Justice Initiative, patrocinado por Soros, um braço da sua rede da Open Society Foundation (OSF), exigia que o controle internacional da internet decidisse  "qual informação seria retirada e qual deveria permanecer."

Leia também: URGENTE: Facebook Lança Recurso Controverso para Denunciar "Notícias Falsas" nos EUA

E em 2015, o Google começou a trabalhar em um sistema para classificar os sites em seu mecanismo de busca com base em fatos e "veracidades" ao invés de popularidade, o qual decide arbitrariamente sua "pontuação de verdade" pelo software e "Knowledge Vault" do Google, um cache de fatos recolhidos através da Internet.

Com tudo isso em consideração, não é nenhuma surpresa, então, que o Google tenha contratado funcionários para enterrar ou proibir sites conservadores e libertários como o infowars.com, de acordo com o jornalista investigativo Mike Cernovich.

Leia mais:


CENSURA: Google Remove 140.000 Páginas do Natural News sobre Vacinas, Corrupção Farmacológica, Ciência Fraudulenta e Mais











Fontes:
- Infowars: THE TRUTH BEHIND GOOGLE, FACEBOOK CENSORSHIP
Infowars: GOOGLE TAKES OUT MAJOR CONTRACT TO DE-LIST INFOWARS FROM ITS SEARCH INDEX
Daily Caller: Google’s Fake News ‘Fact Checkers’ Include Snopes, Politifact
Gizmodo: Former Facebook Workers: We Routinely Suppressed Conservative News
Infowars: FACEBOOK EMPOWERS FAR-LEFT GROUP TO BURY “FAKE NEWS”
Infowars: LEAKED SOROS DOCUMENT CALLS FOR REGULATING INTERNET TO FAVOR ‘OPEN SOCIETY’ SUPPORTERS
Infowars: GOOGLE MOVING TO SHUT DOWN ALTERNATIVE MEDIA BY RANKING SITES ON “FACTS” RATHER THAN POPULARITY

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;