RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

A NSA Espiona Ilegalmente Grandes Empresas em Todo o Mundo para Roubar Segredos Comerciais

quarta-feira, 21 de maio de 2014 |
http://www.anovaordemmundial.com/2014/05/a-nsa-espiona-ilegalmente-grandes-empresas-em-todo-o-mundo-para-roubar-segredos-comerciais.html

A Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA) nunca disse o que estava procurando quando ilegalmente invadiram os computadores da Petrobrás, grande empresa nacional de petróleo do Brasil, mas os brasileiros assumiram: dados preciosos da empresa sobre as reservas de petróleo em alto-mar (offshore) do Brasil, ou talvez seus planos para a atribuição de licenças  a empresas estrangeiras para exploração, reportou o New York Times.

É sabido que a agência também tem suas mãos nos sistemas de computadores da China Telecom, uma das maiores prestadoras de serviços de telefonia móvel e Internet em cidades chinesas. Mas documentos divulgados por Edward Snowden deixam pouca dúvida de que o principal objetivo era aprender sobre as unidades militares chinesas, cujos membros não conseguem resistir a enviar SMSs em redes comerciais de telefonia.

O interesse da agência na Huawei, a gigante fabricante chinesa de equipamentos de comutação de Internet, e a Pacnet, a operadora de cabos submarinos de fibra óptica fundada em Hong Kong, é mais óbvia: uma vez dentro desta tecnologia proprietária dessas empresas, a NSA teria acesso a milhões de conversas diárias e e-mails que nunca passam pelos EUA.

Em cada um destes casos, as autoridades americanas insistem, quando se fala "em off", que os Estados Unidos nunca estava agindo em nome de empresas americanas específicas. Mas o governo não nega que rotineiramente espiona para a vantagem econômica norte-americana, que faz parte de sua ampla definição de como o país protege a segurança nacional americana. Para tornar uma longa história curta: a NSA não pode espionar a Airbus e dar os resultados para a Boeing, mas é livre para espionar negociadores europeus ou asiáticos e usar os resultados para ajudar funcionários comerciais americanos, e obviamente, as indústrias norte-americanas e trabalhadores que estão tentando reforçar.

Na concepção chinesa, [e acredito que de qualquer pessoa que tenha o mínimo de lógica], os Estados Unidos desenvolveram seu próprio sistema de regras sobre o que constitui a espionagem "legal" e o que é ilegal.

Na verdade, as empresas petrolíferas estatais são um fascínio para a NSA, assim como as empresas americanas de alta tecnologia são uma obsessão chinesa. As companhias de petróleo do Estado na Arábia Saudita, África, Irã e México têm sido muitas vezes alvos da inteligência dos Estados Unidos. As autoridades americanas dizem que espionar corporações para insights sobre a política econômica é diferente de realmente roubar segredos corporativos.

"O que nós não fazemos, como já disse muitas vezes," disse James R. Clapper Jr., o diretor nacional de inteligência, depois de algumas das revelações iniciais da NSA no ano passado, "é usar as nossas capacidades de inteligência estrangeiras para roubar os segredos comerciais de empresas estrangeiras em nome de empresas americanas, ou dar à inteligência o que coletamos para ela, para aumentar sua competitividade internacional ou aumentar ou dar alguma vantagem".

As autoridades americanas às vezes dizem que espionam corporações, porque elas são suspeitas de ser consciente ou inconscientemente fornecedoras de tecnologia para os norte-coreanos ou os iranianos, por exemplo. A Siemens, empresa de telecomunicações alemã, era a principal fornecedora dos controladores de fábrica que gerenciavam as centrífugas na principal usina de enriquecimento nuclear do Irã, em Natanz.

O vírus de computador Stuxnet, projetado pelos Estados Unidos e Israel, foi projetado para atacar equipamento da Siemens - e nunca ficou claro se a empresa sabia que suas máquinas estavam sob ataque americano e israelense. Mas nesse caso, as autoridades americanas poderiam argumentar que a segurança nacional, e não a competitividade das empresas, era a prioridade. Bem, nesse caso, qualquer atividade de espionagem ilegal poderia ser "justificada".

Leia mais:





Como a NSA e FBI fizeram do Facebook a Ferramenta de Vigilância em Massa Perfeita







McCain: Os Americanos Devem "Aceitar" que Suas Conversas Privadas Sejam Monitoradas







Pedidos de Informação do Governo dos EUA ao Google Aumentaram 120%





Fontes:
The Voice of Russia: NSA illegally surveilles big companies all over the world to steal trade secrets

Um comentário:

Anônimo disse...

e não importa o volume e qualidade de informações mostrando os vícios da NSA, ainda tem brasileiro mal informado que bendiz a NSA, como é o csso do artigo abaixo:

terça-feira, janeiro 07, 2014
A BENDITA E EFICIENTE ESPIONAGEM AMERICANA EVITA UM ASSASSINATO. E AINDA FALAM EM ANISTIAR SNOWDEN.
Jihad Jane, a americana convertida ao islamismo foi flagrada pela eficiente NSA, quando tramava o assassinato de um cartunista sueco.
É por esta e outras que eu apoio incondicionalmente que a NSA, a agência de inteligência dos Estados Unidos, que deve continuar promovendo a espionagem de segurança. Tanto é que os que bradam contra o que qualificam genericamente de "espionagem americana" são os comunistas e seus apoiadores e os idiotas de todos os gêneros.
E aproveito esta oportunidade para recomendar especialmente que leiam esta matéria os jornalistas da Folha de S. Paulo, em especial o Diogo Bercito, correspondente desse jornal no Oriente Médio e que costuma ser, vamos dizer assim, um tanto entusiasmado com os "palestinos", designativo politicamente correto da malta terrorista que avança contra o Ocidente.

http://aluizioamorim.blogspot.com.br/2014/01/eficiente-espionagem-americana-evita-um.html

Posts Relacionados
 
;