RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Você Sabia que a "Eletricidade Suja" Está Ligada a Problemas de Saúde?

quinta-feira, 25 de julho de 2019 |


A tecnologia sem fio não é a única fonte de poluição do campo eletromagnético presente no lar moderno. Os típicos fios elétricos que passam pela casa podem gerar “eletricidade suja”, que é prejudicial ao bem-estar de uma pessoa.

A frequência elétrica padrão na América do Norte é de 60 hertz. No entanto, há um número crescente de frequências diferentes que também estão sendo executadas através da fiação. Esses “transientes de tensão de alta frequência” estão ligados a vários problemas de saúde. Eles são frequentemente chamados de "eletricidade suja".

A maior parte da eletricidade suja em um prédio vem de dispositivos eletrônicos. Esses aparelhos modernos geralmente adicionam transientes de alta frequência à fiação elétrica. Outras fontes de eletricidade suja vêm de centelhamento em linhas de energia e frequências não filtradas emitidas por antenas próximas.

Especialistas alertam que o aumento da exposição à eletricidade suja e à tecnologia sem fio pode levar a uma epidemia iminente de doença e morte. Isso ocorre devido à eletricidade suja presente na fiação elétrica estar ligada a doenças e problemas de saúde como câncer, infertilidade e aborto espontâneo, esclerose múltipla e depressão que podem terminar em suicídio.


Fontes comuns de eletricidade perigosa e suja

A eletricidade suja é produzida quando a corrente alternada (CA) das tomadas de parede é transformada em corrente contínua (CC) pelos conversores da fonte de alimentação de corrente comutada (SMPS) encontrados na maioria dos dispositivos eletrônicos modernos. Os conversores SMPS são encontrados dentro das caixas em fitas de proteção contra surtos, em dispositivos eletrônicos maiores ou incorporados nos próprios dispositivos.

Lâmpadas fluorescentes compactas (LFC) são consideradas os piores criminosos quando se trata de gerar eletricidade suja. Elas usam tecnologia eletrônica pulsada que liga e desliga 20.000 vezes por segundo.

A eletrônica pulsada interrompe a frequência normal da corrente elétrica de 60 hertz. Ela também envia fragmentos elétricos não utilizados de volta ao sistema elétrico. Uma única lâmpada LFC pode transformar o sistema elétrico de uma casa inteira em uma fonte de eletricidade suja.

Magda Havas, pesquisadora da Universidade Trent, adverte que a maioria das pesquisas sobre os efeitos potenciais da radiação não-ionizante se concentra tanto nas frequências extremamente baixas conectadas à eletricidade quanto nas frequências de rádio muito mais altas usadas pelos dispositivos de telecomunicações sem fio. O problema é que a eletricidade suja é uma faixa de frequência intermediária diferente na extremidade inferior do espectro de radiofrequência.

A eletricidade suja possui os efeitos ruins de ambos os tipos de poluição eletromagnética. Também não está nas frequências que a maioria dos pesquisadores observa.


Mais Rápido e Mais Mortal - 5G Possui a Mesma Tecnologia do HAARP





Como você pode se proteger contra a eletricidade suja?

Apesar de sua crescente prevalência, a eletricidade suja pode ser minimizada ou mesmo eliminada de um prédio. A presença de tal poluição eletromagnética pode ser detectada usando um medidor de micro vazão.

Livre-se de dispositivos eletrônicos modernos em casa ou no escritório. Se eles precisarem ser usados, use-os somente quando necessário. Da mesma forma, se um dispositivo tiver um conversor SMPS que produza eletricidade suja, elimine-o ou minimize seu uso.

Além disso, substitua as luzes dimmer automatizadas por interruptores mais antigos, LFCs por lâmpadas antiquadas e medidores inteligentes por um equivalente analógico. Por último, mas não menos importante, instale filtros de eletricidade suja para eliminar a quantidade de poluição eletromagnética dos poucos dispositivos que você precisa para operarem ocasionalmente.

A eletricidade suja não é a única ameaça elétrica à saúde humana. Antes de 1992, as empresas de energia elétrica usavam um fio neutro para devolver a eletricidade não utilizada às subestações. Depois desse ano, eles começaram a usar o solo como um condutor elétrico. A corrente na terra está agora em toda parte na América do Norte, e pode ser contaminada por fontes de eletricidade suja de dentro da casa ou do escritório.

Leia mais:



Seu Celular é uma Arma Psicotrônica que Controla sua Mente? Especialistas Dizem que Sim

















Fontes:
- EMF News: Did you know that “dirty electricity” causes electrical pollution that’s linked to health problems?
- Natural Health 365: Dirty electricity in the home threatens human health
Electromagnetic Biology and Medicine: Electromagnetic Hypersensitivity: Biological Effects of Dirty Electricity with Emphasis on Diabetes and Multiple Sclerosis

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;