RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

O Único Objetivo dos EUA Pode ter Sido Destruir a Síria...

sexta-feira, 17 de outubro de 2014 |

Estudos feitos pela CIA, encomendados em 2012 e 2013, demonstraram que armar “rebeldes” em guerras civis é tática que quase sempre fracassa. Quando esse tipo de operação dá certo, de algum modo, como no Afeganistão contra os soviéticos, é quase sempre impossível evitar o revide. O governo Obama fez vazar essa história agora, como argumento contra as críticas que suas atuais políticas na Síria têm recebido; o governo Obama, como se sabe, já desistiu do Exército Sírio Livre e está querendo inventar outro exército.

Cientistas políticos já sabem há bastante tempo que armar ‘rebeldes’ é sempre ou quase sempre péssima política:

Em geral, apoio externo a rebeldes quase sempre torna as guerras mais longas, mas sangrentas e mais difíceis de resolver (..). Pior: como demonstrou David Cunningham da Universidade de Maryland, a Síria tinha todas as características do tipo de guerra civil na qual o apoio externo a rebeldes é menos efetivo.

Mas se o governo Obama sabia que armar rebeldes era má política, por que os EUA começaram a armar rebeldes em junho de 2012? E por que continuam a armá-los?  E por que continuam a permitir que Israel e Qatar continuem a armá-los?

Dan Froomkin sugere que tudo se deva às políticas eleitorais. Não armar os ‘rebeldes’ ...

... seria mostrado pela imprensa-empresa da elite – para nem falar da Fox News – como rendição, e provavelmente custaria aos Democratas mais algumas cadeiras na Câmara de Representantes e no Senado.

Também pode ter sido política comandada pela ânsia intervencionista de liberais e neoconservadores, sempre aflitos para ‘fazer alguma coisa’ – quer dizer, sempre em busca de autossatisfação autoindulgente.

Ou, então, o plano jamais foi vencer a guerra. Se o único objetivo sempre foidestruir a infraestrutura e o tecido econômico e social da sociedade síria”... nesse caso, sim, armar qualquer tipo de ‘rebelde’ – e não faz diferença quem seja o ‘rebelde’ – foi e ainda é política não insana e bem-sucedida. *****

Leia mais:



Plano Bilderberg para a Síria: Ordem Através do Caos










Estados Unidos e Grã-Bretanha Suspendem Ajuda aos "Rebeldes" Sírios






Fontes:
Moon of Alabama: Syria: Arming Insurgents Probably Achieved Its Real Aim
The New York Times: C.I.A. Study of Covert Aid Fueled Skepticism About Helping Syrian Rebels
McClatchv DC: It’s official: U.S. will build new Syrian rebel force to battle Islamic State
The Washington Post: Would arming Syria’s rebels have stopped the Islamic State?
The New York Times: C.I.A. Said to Aid in Steering Arms to Syrian Opposition
- Threat Matrix: Free Syrian Army continues to cooperate with the Al Nusrah Front, Islamic Front in southern Syria
The Intercept: Obama knew arming rebels was useless, but did it anyway
- Business Insider: Israel Is Cautiously Arming Syria's Rebels — And Has A Fragile Unspoken Truce With An Al Qaeda Affiliate

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;