RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias Está Construindo uma Árvore Genealógica da Raça Humana Inteira

quinta-feira, 16 de outubro de 2014 |

Antes que você decida que isso é completamente insano, considere que a Igreja Mórmon já tem 32 vezes a quantidade de informações armazenadas na Biblioteca do Congresso dos EUA. O site New Republic tem trechos do novo livro de Christine Kenneally, 'A História Invisível da Raça Humana: Como o DNA e a História formam a Nossas identidades e os Nossos Futuros':

Os Mórmons pensam mais do que qualquer outra pessoa no mundo sobre o que significa manter os fatos vivos, ou pelo menos mantê-los acessíveis para os vivos, e o fenômeno que eles construíram em granito, microfilmes, máquinas e software é tão assustadoramente ambicioso para o nosso século, como os arcobotantes e gárgulas de Notre Dame eram no século XII.

Mesmo com um grande ramo da genealogia americana anulado na virada do século XX, em um esquema eugênico louco para reformular a raça humana, os mórmons ficaram com a missão de reunir e compartilhar os registros. Em torno desse época, os mórmons cujos antepassados ​​vieram da Europa poderiam descobrir mais sobre seus antepassados ​​só viajando de volta aos seus países de origem e transcrevendo qualquer informação que pudessem encontrar. Como forma de auxiliar seus membros, a igreja começou a enviar representantes para localizar conjuntos de registros, copiar todos eles, e trazê-los de volta para Utah. Na década de 1920 a igreja começou a registrar a informação genealógica que ela reuniu em fichários, e em 1938 começou a fazer cópias em microfilme. Eventualmente, o microfilme foi distribuído aos milhares de bibliotecas mórmons em todo o mundo. Na década de 1950 os anciãos da igreja enfrentaram uma pilha crescente de filmes, e na esteira da grande destruição de registros da Alemanha na Segunda Guerra Mundial, eles começaram a armazená-los de forma segura para a posteridade no interior do Granity Mountain Records Vault.

O Mountain passou a deter os registros paroquiais e antigos manuscritos ingleses que datam dos anos 1500, incluindo registros de Londres, quando o registro civil começou em 1837, e cópias de jai pu, registros familiares chineses, que datam antes de 1 AD. Em geral, os dados que o mórmons têm reunido é equivalente a trinta e duas vezes a quantidade de informações contidas na Biblioteca do Congresso - e a igreja acrescenta a quantidade de novos dados equivalente a uma nova Biblioteca do Congresso a cada ano.

Este enorme mundo de informações existe para servir aos ensinamentos do final do século XIX de Joseph Smith, de que os membros da igreja deveriam oferecer batismo aos parentes mortos. Como os membros só podem realizar o rito para os seus próprios antepassados, todos os membros da igreja agora gastam uma grande quantidade de tempo traçando suas linhagens de volta no tempo. Teriam os humanos construído algo dessa magnitude sem um olho na vida após a morte?

Há quinze quilômetros de distância de Vault, nas ruas limpas de Salt Lake City, eu me encontrei com Jay Verkler no Joseph Smith Memorial Building. Construído originalmente como um grande hotel em 1909, a estrutura fica ao lado do inocente Templo Mormon, semelhante ao castelo da Disney. Quando nos conhecemos, Verkler era o CEO da Family Search, a organização Mórmon que gerencia os registros da Vault e promove a genealogia em todo o mundo. Uma vez um talentoso menino de doze anos de idade que escreveu o software para o banco onde seu pai trabalhava, Verkler tornou-se um empreendedor do Vale do Silício até que os anciãos da igreja o chamaram de volta à Salt Lake City... [continua no site New Replublic (em inglês)]

Leia mais:



Bebê sob Encomenda: Relatório Britânico diz que Espécies Humanas Híbridas São Seguras






Fontes:
- Disinformation: The Mormon Church Is Building a Family Tree of the Entire Human Race
- New Republic: The Mormon Church Is Building a Family Tree of the Entire Human Race 

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;