RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Grupo de Direitos Humanos Pede que o Congresso Proíba a Cirurgia de Alteração de Gênero em Menores Intersexuais

domingo, 6 de agosto de 2017 |

A confusão de gênero continua a descontrolar-se na sociedade moderna, conforme um crescente número de crianças nasceram com genitais anormais que possuem características masculinas e femininas. Tais crianças são chamadas como sendo "intersexuais", e muitas delas acabam sendo submetidas a cirurgia para torná-las masculinas ou femininas. Mas a American Medical Association (AMA) propõe uma proibição geral de tal cirurgia, pelo menos em crianças intersexuais que são realmente jovens, porque isso supostamente viola seus direitos humanos.


Seja a consequência da violência química, aberrações genéticas, experimentação médica secreta ou alguma combinação de todas estas, o fenômeno intersexual é certamente real, e muitos filhos nascidos desta forma passaram a viver vidas saudáveis ​​e normais depois de serem cirurgicamente designados para um sexo ou outro. Mas a Human Rights Watch (HRW) e a InterACT dizem que as crianças intersexuais precisam fazer essa decisão por si mesmas, uma vez que tenham idade suficiente para entender o que está acontecendo, em vez de serem submetidas à cirurgia por seus pais enquanto bebês.

Em um novo relatório publicado pela HRW, o grupo afirma que os procedimentos cirúrgicos intersexuais têm repercussões ao longo da vida, e que é importante que as pessoas intersexuais tenham voz em dizer se elas se tornam ou não masculinas ou femininas. Dado que os procedimentos cirúrgicos para este fim podem levar a dor séria, esterilização, perda de sensação sexual e várias outras complicações de saúde, isso deve ser uma decisão que as pessoas intersexuais e, exclusivamente as pessoas intersexuais devem fazer sobre seus próprios corpos.

"Os resultados são muitas vezes catastróficos", afirma o relatório sobre as cirurgias intersexuais. Realiza-las em crianças muito novas, ele acrescenta, "pode ​​causar danos físicos e psicológicos irreversíveis".

Leia também: Nova Lei de Ontário Permite que o Governo Retire Crianças de Pais que se Opõem à "Identidade de Gênero"

A agenda anti-cirurgia para as crianças intersexuais é um estratagema para empurrar a narrativa transgênero?

O objetivo da cirurgia intersexual não é prejudicar os indivíduos intersexos, naturalmente - é oferecer-lhes uma chance de uma vida normal, como todos os outros. Atribuir uma criança para se tornar masculino ou feminino dependendo do conjunto particular de anormalidades dessa criança é algo que os pais devem ser livres para fazer no melhor dos interesses de seus próprios filhos, dizem os defensores.

Mas a HRW e outros grupos discordam, alegando que não só os pais não podem tomar essa decisão por seus filhos mais novos, como isso não garante sempre que uma criança intersexual continuará vivendo uma vida saudável e normal. Algumas crianças intersexuais podem querer tornar-se o sexo oposto do que foram atribuídas, afirma o grupo, levando a mais problemas tanto fisicamente quanto psicologicamente.

"A pressão para se encaixar e viver uma vida 'normal' é real", diz Kyle Knight, pesquisador da Human Rights Watch e autor do relatório. "Mas não há evidências de que a cirurgia ofereça a promessa de tornar isso mais fácil".

Leia também: Drogas para Mudança de Sexo Serão Oferecidas à Crianças de 9 Anos de Idade no Reino Unido

A única vez que a cirurgia intersexual deve ser permitida em crianças pequenas que não podem consentir sobre tal, dizem a HRW e seus aliados, é quando surge uma circunstância que ameaça a vida que requer algum tipo de intervenção de emergência. Quando a vida de uma criança intersexual corre risco, em outras palavras, pode ser apropriado que os pais intervenham.

Será lícito considerar que todo esse debate liga-se diretamente ao crescente impulso à aceitação do transgênero como normal. Se adolescentes e adultos podem decidir por si mesmos qual gênero eles querem ser, então por que as crianças não devem ter órgãos sexuais questionáveis?

A narrativa também tem reflexos da autoridade anti-parental sobre seus próprios filhos. A sugestão da AMA de que as cirurgias intersexuais são completamente proibidas para as crianças que não podem consentir em como elas interferem diretamente com os direitos dos pais, cria uma inclinação escorregadia para uma maior usurpação governamental da autoridade parental sobre as crianças.

Leia mais:


ABC Gaba-se da "Maravilhosa" História "Inspiradora" de Mãe e Filho que Trocaram de Sexo












Fontes:
Natural News: Human Rights groups urge Congress to ban gender alteration surgery on “intersex” youth
- Daily Mail: Human Rights groups urge Congress to ban genital surgery on intersex infants
- News Target: Are you secretly part of a medical experiment?

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;