RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

2 Mitos que Estão Sendo Informados sobre os Testes de Mísseis Balísticos da Coreia do Norte que Você Precisa Entender

sexta-feira, 11 de agosto de 2017 |

À medida que os Estados Unidos e a Coreia do Norte se envolvem em uma guerra de palavras sobre os programas de desenvolvimento nuclear e de mísseis do país, o fundador e editor do site Natural News, Mike Adams, observou em um recente podcast que havia várias mentiras e mitos sendo perpetuados, assim como relacionados aos testes de mísseis de Pyongyang que a maioria das pessoas desconhece.


"Com a notícia de que a Coreia do Norte tem mísseis que podem atacar Nova York, Boston, Los Angeles, Denver, Chicago e outras grandes cidades dos EUA, existem duas coisas cruciais que você precisa saber sobre a Coreia do Norte e suas capacidades de mísseis nucleares que não estão sendo realmente falados na mídia convencional", disse ele em sua transmissão "Health Ranger Report" na quinta-feira.

A primeira questão, disse Adams, é que está sendo amplamente afirmado que a maioria dos mísseis disparados pelas Forças Estratégicas de Pyongyang "está falhando" - que eles não são capazes de funcionar corretamente e estão caindo no oceano.

Embora alguns mísseis falharam pouco depois do lançamento - o que alguns relatórios atribuíram ao hackeamento dos EUA - Adams diz que a maior parte dos testes foi bem sucedida, e estão sendo projetados no oceano de propósito.

Os norte-coreanos "estão lançando seus mísseis praticamente em linha reta, e fazendo-os cair no Mar do Japão", disse ele. "Isso não é um acidente".

A razão, Adams continuou, é porque o Norte está testando a altitude para testar a distância, por assim dizer. Se a trajetória desses mísseis fosse alterada, eles atingiriam alvos muito mais longe.

"A altitude alcançada é de aproximadamente 1.300 quilômetros até agora, o que é enorme", afirmou. "Isso significa que [esses mísseis] são suficientemente altos, dada a velocidade e a altitude - significa que esses mísseis, uma vez que são redirecionados, podem atingir quase, talvez, metade das cidades nos Estados Unidos".

"Todos esses mísseis têm sistemas de orientação", e eles estão sendo "instruídos" para serem lançados verticalmente, disse ele. Pyongyang "tem a capacidade de atingir as cidades dos EUA neste momento".

Leia também: Anonymous Alerta o Mundo sobre uma Terceira Guerra Mundial Iminente

Em segundo lugar, ele diz que os americanos estão sendo informados de que as defesas de mísseis dos EUA são adequadas para derrubar mísseis norte-coreanos em voo. As defesas de mísseis Patriot, como as usadas na primeira Guerra do Golfo, tiveram uma taxa de sucesso muito baixa, observou Adams, e, embora os sistemas de hoje sejam provavelmente melhores, isso não está claro, já que muitos detalhes sobre o teste de defesa contra os mísseis são confidenciais.

Os EUA disseram que os testes recentes de THAAD - Terminal High Altitude Area Defense - foram bem sucedidos e que esses sistemas estão sendo implantados na Coreia do Sul. Além disso, os sistemas de mísseis americanos Aegis a bordo dos navios de guerra da marinha dos EUA são considerados altamente eficazes no desempenho da função de defesa de mísseis.

Mas esses sistemas ainda não foram testados em condições de combate reais, argumenta Adams, e quando estão, podem falhar com muita frequência, assim como as primeiras baterias de defesa contra mísseis Patriot.

"Digamos que os EUA têm essas baterias de defesa de míssil altamente eficazes no chão", disse ele. "Eles podem atingir uma altitude de 1.300 quilômetros? Acho que não. E se eles atingirem o ICBM entrante, qual o resultado? Eles espalham o combustível nuclear altamente radioativo por todo o chão".

Assim, embora a bateria de defesa contra mísseis pode, de fato, destruir o ICBM entrante, para isso significaria que cidades da região ainda sofrerão uma radiação nuclear.

"Agora, de repente, você tem quase um efeito de bomba radioativa", disse Adams. Isso significa que as cidades afetadas teriam que ser evacuadas de qualquer maneira, mesmo que não fossem devastadas por uma explosão nuclear - apenas um tipo diferente de devastação.

"Isso sozinho seria um impacto econômico devastador", disse Adams. "Kim Jong-un nem precisa detonar uma arma nuclear" em uma cidade americana - "ele ainda vence".

Leia mais:


Putin Adverte sobre "Guerra Quente" e Holocausto Nuclear: "Acho que Ninguém Sobreviveria"












Fontes:
Natural News: Three myths you’re being told about North Korea’s ballistic missile tests that you need to understand
Breitbart: North Korean Missile Explodes Seconds After Launch
The Telegraph: North Korea's unsuccessful missile launch 'may have been thwarted by US cyber attack'
WWIII News: North Korea Now Says Its Missiles Can Strike ANY City In The USA, Including New York And Washington D.C.

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;