RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Todo Tiroteio em Massa dos Últimos 20 Anos tem uma Coisa em Comum (E não é uma Arma)

sábado, 7 de outubro de 2017 |

A seguir está uma republicação de um importante artigo escrito por Dan Roberts do site Ammo Land. Ele revela a verdadeira realidade sobre os tiroteios em massa que os burocratas e os legisladores estão escolhendo varrer para debaixo do tapete: os medicamentos psiquiátricos. Se você quer saber a verdadeira razão pela qual os tiroteios em massa estão ocorrendo, esta é a "verdade inconveniente" que a mídia não cobrirá.


Aqui está o artigo completo de Dan Roberts: Quase todos os incidentes de tiroteio em massa nos últimos vinte anos, e várias outras instâncias de suicídios e tiros isolados compartilham uma coisa em comum e não são as armas usadas.

A evidência esmagadora aponta para o maior fator em comum em todos esses incidentes que é o fato de que todos os infratores estavam ativamente tomando medicamentos psicotrópicos poderosos ou tomaram em algum ponto antes de cometerem seus crimes.

Múltiplos estudos científicos credíveis que remontam há mais de uma década, bem como documentos internos de certas empresas farmacêuticas que suprimiram a informação, mostram que os medicamentos ISRS (Inibidores Seletivos de Recaptação de Serotonina) são bem conhecidos, mas os efeitos colaterais não relatados, incluem, mas não se limitam a, suicídio e outros comportamentos violentos. É preciso apenas palavras-chave ou frases relevantes no Google para ver por si mesmo.

A lista a seguir de criminosos de tiroteios em massa e os medicamentos que estavam tomando ou foram tomados pouco antes de suas terríveis ações foram compilados e publicados no Facebook por John Noveske, fundador e dono da Noveske Rifleworks poucos dias antes de ser morto misteriosamente em um acidente de carro. Existe uma ligação entre a morte de Noveske e o "corte" de suas informações que várias partes diferentes preferiram suprimir, por uma variedade de razões?

Deixo isso aos leitores individuais decidirem. Mas há certamente uma história documentada de pessoas que "sabiam demais" ou foram consideradas uma "ameaça" morrendo em circunstâncias extraordinariamente suspeitas.

Desde Katherine Smith, uma trabalhadora do DMV de Tennessee, que estava de alguma forma envolvida com vários sequestradores do 11 de setembro que obtiveram licenças para dirigir no Tennessee, e mais tarde foram encontrados mortos em seu carro; o jornalista vencedor do Prêmio Pulitzer, Gary Webb, que expôs uma operação da CIA nos anos 80 que resultou na inundação de crack e cocaína das ruas de LA e mais tarde foi encontrado morto com duas feridas de bala na cabeça, mas foi oficialmente considerado como um "suicídio"; a Frank Olson, um microbiologista de investigação sênior que estava trabalhando no programa de pesquisa de controle mental da CIA, o MKULTRA.

Depois que Olson expressou seu desejo de deixar o programa, ele estava com um agente da CIA em um quarto de hotel de Nova York e alegadamente cometeu "suicídio", jogando-se da varanda do décimo andar. Em 1994, os filhos de Olson foram bem sucedidos em seus esforços para que o corpo do pai deles fosse exumado e examinado em uma segunda autópsia por James Starrs, professor de Direito e Ciências Forenses no National Law Center da Universidade de George Washington. A equipe de Starr concluiu que o trauma da força contundente na cabeça e as lesões no peito não ocorreram durante a queda, mas provavelmente no quarto antes da queda. A evidência foi chamada de "rara e sugestiva de homicídio". Com base em suas descobertas, em 1996, o procurador do distrito de Manhattan abriu uma investigação de homicídio sobre a morte de Olson, mas não conseguiu encontrar provas suficientes para trazer acusações.

Como eu disse, deixo aos leitores individuais decidirem por eles próprios se Noveske sofreu um destino semelhante. Abaixo está a lista de atiradores em massa e a rígida ligação com os medicamentos  psicotrópicos.

• Eric Harris com 17 anos de idade (primeiro usou Zoloft, e depois Luvox) e Dylan Klebold com 18 anos (atirador da Columbine High School em Littleton, Colorado), mataram 12 alunos e 1 professor e feriram outros 23 antes de se matarem. Os registros médicos de Klebold nunca foram disponibilizados ao público.

• Jeff Weise, com 16 anos, recebeu prescrição de 60 mg/dia de Prozac (três vezes a dose inicial média para adultos!) quando ele atirou em seu avô, na namorada do avô e muitos colegas no Red Lake, Minnesota. Ele então atirou em si mesmo. 10 mortos, 12 feridos.

• Cory Baadsgaard, 16 anos, escola secundária de Wahluke (estado de Washington), usava o medicamento Paxil (que o causou alucinações) quando ele pegou um rifle no colégio e manteve 23 reféns em classe. Ele não se lembra do evento.

• Chris Fetters, 13 anos, matou sua tia favorita enquanto tomava Prozac.

• Christopher Pittman, 12 anos, assassinou ambos os seus avós enquanto tomava Zoloft.

• Mathew Miller, de 13 anos, enforcou-se no armário do quarto depois de tomar Zoloft por 6 dias.

• Kip Kinkel, de 15 anos (Prozac e Ritalina), atirou em seus pais enquanto dormiam, depois foi para a escola e abriu fogo matando 2 colegas de classe e ferindo 22 pouco depois de iniciar o tratamento com Prozac.

• Luke Woodham, 16 anos (Prozac) matou sua mãe e matou dois estudantes, ferindo outros seis.

• Um menino em Pocatello, Idaho (Zoloft) em 1998 teve um ataque induzido por Zoloft que causou uma resistência armada em sua escola.

• Michael Carneal (Ritalina), 14 anos, abriu fogo contra estudantes em uma reunião de oração do ensino médio em West Paducah, Kentucky. Três adolescentes foram mortos, outros cinco ficaram feridos...

• Um jovem em Huntsville, Alabama (Ritalina) enlouqueceu cortando seus pais com um machado e também matando um irmão e quase assassinando outro.

• Andrew Golden, 11 anos (Ritalina) e Mitchell Johnson, com 14 anos de idade, (Ritalina) atingiram 15 pessoas, matando quatro alunos, um professor e ferindo 10 outros.

• TJ Solomon, 15 anos (Ritalina) estudante do ensino médio em Conyers, na Geórgia, abriu fogo e feriu seis de seus colegas de classe.

• Rod Mathews, 14 anos, (Ritalina) bateu em um colega até a morte com um bastão.

• James Wilson, de 19 anos (vários medicamentos psiquiátricos) de Breenwood, Carolina do Sul, levou um revólver de calibre .22 para uma escola primária matando duas jovens e ferindo outras sete crianças e dois professores.

• Elizabeth Bush, 13 anos, (Paxil) foi responsável por um tiroteio na escola na Pensilvânia

• Jason Hoffman (Efexor e Citalopram) - tiroteio na escola em El Cajon, Califórnia

• Jarred Viktor, 15 anos, (Paxil), depois de cinco dias tomando Paxil, esfaqueou sua avó 61 vezes.

• Chris Shanahan, 15 anos (Paxil) em Rigby, Idaho que, sem mais nem menos, matou uma mulher.

• Jeff Franklin (Prozac e Ritalina), Huntsville, Alabama, matou seus pais quando chegaram do trabalho usando uma marreta, machado, faca de açougueiro e ferramenta de mecânico, depois atacou seus irmãos e irmãs mais jovens.

• Kevin Rider, de 14 anos, estava se retirando do Prozac quando morreu de uma ferida de bala na cabeça dele. Inicialmente, foi considerado um suicídio, mas dois anos depois, a investigação sobre a morte dele foi reaberta como possível homicídio. O principal suspeito, também de 14 anos, estava tomando Zoloft e outros antidepressivos ISRS.

• Alex Kim, 13 anos, enforcou-se logo após a sua prescrição de Lexapro ter sido duplicada.

• Diane Routhier foi prescrita com Welbutrin devido problemas de cálculos biliares. Seis dias após a prescrição, depois de sofrer muitos efeitos adversos do medicamento, ela atirou em si mesma.

• Billy Willkomm, um lutador wrestler e um estudante da Universidade da Flórida, foi prescrito com Prozac aos 17 anos. Sua família o encontrou morto devido o suicídio - pendurado em uma escada alta na casa em Gulf Shore Boulevard da família em julho de 2002.

• Kara Jaye Anne Fuller-Otter, de 12 anos, usava Paxil quando ela se pendurou em um gancho em seu armário. Os pais de Kara disseram "...o médico desgraçado não a tirou do medicamento e eu pedi a ele que tirássemos na segunda visita. Eu disse a ele que achava que ela estava tendo algum tipo de reação ao Paxil..."

• Gareth Christian, Vancouver, 18 anos, usava Paxil quando cometeu suicídio em 2002 (o pai de Gareth não pôde aceitar a morte de seu filho e se matou).

• Julie Woodward, 17 anos, usava Zoloft quando ela se pendurou na garagem separada de sua família.

• Matthew Miller tinha 13 anos quando visitou um psiquiatra porque estava tendo dificuldades na escola. O psiquiatra deu-lhe amostras de Zoloft. Sete dias depois, sua mãe o encontrou morto, pendurado por um cinto em um gancho de roupa em seu armário.

• Kurt Danysh, 18 anos, sob efeito de Prozac, matou seu pai com uma espingarda. Ele está agora atrás das grades e escreve cartas, tentando alertar o mundo de que as drogas ISRS podem matar.

• Woody, 37 anos, cometeu suicídio enquanto estava usando Zoloft pela 5ª semana. Pouco antes de sua morte, seu médico sugeriu dobrar a dose do medicamento. Ele tinha visitado seu médico apenas devido a insônia. Ele nunca esteve deprimido, nem teve nenhum histórico de sintomas de doença mental.

• Um garoto de Houston, com 10 anos, atirou e matou seu pai depois que sua dose de Prozac foi aumentada.

• Hammad Memon, 15 anos, atirou e matou um colega do ensino médio. Ele tinha sido diagnosticado com TDAH e depressão e estava tomando Zoloft e "outros medicamentos para as doenças".

• Matti Saari, uma estudante culinária de 22 anos, atirou e matou 9 alunos e professora e feriu outro aluno antes de se matar. Saari estava tomando um ISRS e um benzodiazepina.

• Steven Kazmierczak, 27 anos, matou cinco pessoas e feriu outros 21 antes de se matar em um auditório da Universidade do Norte de Illinois. De acordo com sua namorada, ele estava tomando Prozac, Xanax e Zolpiden. Os resultados de toxicologia mostraram que ele ainda tinha vestígios de Xanax em seu sistema.

• O atirador finlandês Pekka-Eric Auvinen, de 18 anos, estava tomando antidepressivos antes de matar oito pessoas e ferir mais uma dúzia no Jokela High School - então ele cometeu suicídio.

• Asa Coon de Cleveland, 14 anos, disparou e feriu quatro antes de tirar sua própria vida. Os registros do tribunal mostram que Coon usava Trazodona.

• Jon Romano, 16 anos, que usava medicação para depressão, disparou uma espingarda em um professor em sua escola secundária de Nova York.

Faltando da lista... 3 de 4 conhecidos por terem tomado esses mesmos medicamentos ....

• Quais medicamentos Jared Lee Loughner, 21 anos, usou para matar 6 pessoas e ferir outras 14 em Tucson no Arizona?

• Quais medicamentos James Eagan Holmes, 24 anos... usou para matar 12 pessoas e ferir outras 59 em Aurora no Colorado?

• Quais medicamentos Jacob Tyler Roberts, 22 anos, usou para matar 2 e ferir 1, em Clackamas no Oregon?

• Quais medicamentos Adam Peter Lanza, 20 anos, usou para matar 26 e ferir 2 em Newtown, Connecticut?

Aqueles que se concentram em novas proibições de armas de fogo ou restrições de revistas estão focalizando claramente no problema errado e fazendo perguntas erradas, seja como uma tentativa deliberada de esconder essas ligações ou devido a uma completa e absoluta ignorância.

Não os deixem! Forcem nossos "representantes" eleitos e os meios de comunicação para lançar um forte destaque sobre esta questão. Não parem de persegui-los até que o façam.

Leia mais:


Psiquiatras: Engenheiros do Controle Mental







12 Verdades Chocantes sobre os Perigos dos Medicamentos Psiquiátricos






Fontes:
- Natural News: Every mass shooting over last 20 years has one thing in common (and it isn’t guns)
Ammoland: Every Mass Shooting Shares One Thing in Common & It´s NOT Weapons
Natural News: Article updated with new message from the Health Ranger

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;