RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

10 Técnicas de Manipulação Usadas Pelos Grandes Meios de Comunicação

terça-feira, 4 de julho de 2017 |

Hoje reproduziremos um interessante artigo de opinião de Jon Rappoport sobre os meios de comunicação dos EUA, mas cujas conclusões podemos aplicar ao nosso redor midiático em vários níveis...

O propósito básico destas dez formas é apresentar um quadro falso da realidade.

As dez formas básicas são:


1 - Mentir diretamente sobre os fatos em questão. (Isto, às vezes, inclui duplicar as mentiras já contadas, ou dizer uma mentira maior depois da primeira).

2 - Ignorar deliberadamente a informação vital.

3 - Objetivo limitado. (Isto significa uma admissão de um crime ou de um erro, o que somete revela parcialmente toda a verdade. A ideia é que ao admitir uma parte do que realmente ocorreu e enterrar as revelações maiores, as pessoas ficarão satisfeitas e aceitarão as explicações e, assim, a história real em seu conjunto, nunca voltará a ser coberta novamente.)

4 - Encerrar a verdade depois de publicá-la. Isto inclui não seguir ou não investigar uma história mais profundamente, de forma deliberada, apesar de torná-la pública.

5 - Não conectar os dados cruciais ou importantes expostos entre si, deixando-os isolados.


6 - Censurar a verdade, onde quer que ela seja encontrada (ou chamá-la de "notícia falsa").

7 - Usar "especialistas" tendenciosos para apresentar "fatos" distorcidos, manipulados ou falsos.

8 - Repetir uma história falsa muitas vezes: isto inclui gerar o efeito de câmara de eco, no qual um número de mídias relacionadas que dedicam-se a "dividir" a história falsa entre elas para gerar a ideia de que todas as mídias informam sobre "suposta verdade", reforçando assim a manipulação.

9 - Afirmar que existe um consenso razoável e verdadeiro sobre um assunto, quando na realidade, tal consenso não existe e há muitos dissidentes importantes, que são excluídos de oferecer sua análise e deliberadamente ignorados.

10 - Empregar um conjunto de efeitos (reputação dos meios de comunicação, prestígio do apresentador, habilidades de atuação, linguagem mecânica seca, iluminação de estúdio, sobreposição de transmissões eletrônicas, etc) para criar uma impressão de autoridade elevada que está além de qualquer opção de desafio.


Todas estas são formas e métodos tradicionais de manipulação midiática.

A seguir, vamos expor um exemplo de uma grande história de usou as dez formas de notícias falsas anteriormente expostas: a pandemia de gripe suína de 2009.

Na primavera de 2009, a Organização Mundial da Saúde (OMS), - uma autoridade alta, cujos pronunciamentos estão além de qualquer desafio - anunciou que a gripe suína era uma pandemia nível 6, sua categoria mais alta de "perigo".


Na verdade, havia somente 20 casos confirmados nessa época (mentira direta sobre o nível de "perigo").

Então, a OMS, silenciosamente, mudou a definição de "nível 6" de modo que a morte e o dano generalizado (próprios da definição de "nível 6" até a época), agora já não eram necessários para definir o nível de perigo como "nível 6" (outro aspecto da mentira direta).

Leia também: Notícias reais sobre a gripe H1N1, a vacina e a toda corrupção envolvida na pandemia


A história foi, supostamente, reconhecida pelos principais meios de comunicação de todo o mundo (efeito de câmara de eco, consenso falso, pontos nunca conectados sobre as mentiras da OMS) e, de forma muito rápida, o número de casos de gripe suína elevou-se para vários milhões (mentindo diretamente como veremos abaixo).

Os especialistas médicos foram levados a reforçar a ideia sobre esse suposto imenso perigo (os especialistas tendenciosos, enquanto que os dissidentes nunca tiveram espaço para fazer os comentários sobre o assunto).

No começo do outono de 2009, Sharyl Attkinson, então jornalista investigadora da CBS News, publicou uma história no site da CBS News.

Ela afirmou que o CDC havia deixado de contabilizar em segredo o número de casos de gripe suína nos Estados Unidos.

Nenhum outro meio de comunicação importante informou sobre este fato (omitindo informação vital).

Attkisson descobriu a razão pela qual o CDC havia deixado de contabilizar os supostos casos de infectados: uma quantidade impressionante de amostras de sangue recolhida dos pacientes mais prováveis de sofrer de gripe suína, era devolvida aos laboratórios de análises com a etiqueta de que não havia nenhum rastro de gripe suína ou de qualquer outro tipo de gripe.


Por isso, um gigantesco engano foi revelado. A pandemia era uma grande mentira, uma falsificação.

Apesar dos esforços de Attkisson, a CBS nunca deu continuidade a história (encerrando a verdade depois de expô-la).

Nunca foi provada a mentira do CDC (deixando de conectar os pontos chave já expostos).

Em certo sentido, a CBS tornou a história de Attkisson em uma história menor e limitada: uma investigação adicional havia descoberto evidências esmagadoras de comportamento criminoso por parte do CDC e da Organização Mundial de Saúde, sem mencionar os governos e meios de comunicação que apoiavam as agências mentirosas. A imprensa dominante essencialmente censurou as revelações de Attkisson.

Em seguida, umas três semanas depois que a CBS publicou a história de Attkisson, o site WebMD publicou um texto no qual o CDC afirmava que sua própria estimativa de 10.000 casos de gripe suína nos EUA era uma subestimação. Na realidade, eles diziam que havia 22 milhões de casos de gripe suína nos EUA (duplicação da mentira).

E foi isso.

Agora, estes grandes meios de comunicação estão gritando histericamente denunciando os meios independentes, acusando-os de difundir notícias falsas.

Suponho que esta técnica poderia ser chamada de técnica número 11: acusar seus oponentes de cometer os crimes que, na verdade, eles mesmos estão cometendo.


Embora possa parecer óbvio o que Rappoport expõe, é bom torná-lo explícito.

Observem as mentiras dos meios de comunicação em seus próprios países, de toda índole e tipo, e detectem a grande quantidade que estas 10 formas básicas de notícias falsas são usadas a cada dia ao nosso redor, não somente pelos meios de comunicação, mas pelos partidos políticos.

No entanto, cabe ser sincero com nós mesmos e dizer as coisas por seu nome: todas estas manipulações e mentiras, muitas vezes as mais grosseiras não seriam possíveis se a estupidez da população não tivesse tornado-se em uma verdadeira e imparável pandemia global...

Leia mais:


O Verdadeiro Objetivo da Mídia é SUPRIMIR e DESTRUIR o Conhecimento Humano






Apresentadora da MSNBC: "O Trabalho da Mídia é Controlar o que as Pessoas Pensam"






Fontes:
El Robot Pescador: DIEZ TÉCNICAS DE MANIPULACIÓN USADAS HABITUALMENTE POR LOS GRANDES MEDIOS DE COMUNICACIÓN
Activist Post: Ten Basic Forms Of Fake News Used By Major Media
Jon Rappoport´s Blog: Ten basic forms of fake news used by major media

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;