Ministro da Saúde da Nova Zelândia responde meu email sobre as vacinas da Baxter

segunda-feira, 20 de julho de 2009 |
A alguns dias atrás eu li uma notícia de que o ministro da saúde da Nova Zelândia, Hon Tony Ryall, havia pedido a seus oficiais que investigassem uma informacão de que a companhia Baxter estaria sendo investigada criminalmente na Áustria após ter enviado em fevereiro 72 kilos de vacina contaminada com o vírus da gripe aviária para ao menos 6 países na Europa.

Eu li a notícia no site www.naturalnews.com. Na notícia informava que Penny Bright, porta-voz do Grupo de Pressão da Água, um grupo reconhecido judicialmente, uma espécie de vigilante para questões relacionadas com a água na Nova Zelândia, havia levantado uma série de questões e preocupacões em relacão à seguranca da vacina. Ela exigia nesta carta que o governo informasse se algum produto da baxter estaria sendo atualmente usado na Nova Zelândia para a gripe suína, aviária ou qualquer outro tipo de gripe.

Achei incrível que ao menos um governo estivesse levando a sério estas acusacões seríssimas, que não são baseadas apenas em especulacões, mas em fatos reais, já que a Baxter teria reconhecido que houvesse havido um "engano" e misturado o vírus com a vacina. Veja aqui uma das poucas notícias do assunto, publicada pelo jornal TorontoSun. Como não era muito familiar com este site naturalnews, resolvi contactar o Ministro da Saúde da Nova Zelândia e perguntar se era fato que ele estaria mesmo ciente e houvesse solicitado investigacão sobre as alegacões sobre a Baxter.

Hoje recebi um email com a resposta:



Segue a traducão:


--------------------------------
Caro Sr. XXXX

Muito Obrigado por seu email de 17 de Julho de 2009 sobre a Baxter Farmacéutica.

Os oficiais do Ministério da Saúde estão ciente das alegacões a quais você se refere. Caso elas sejam provadas realmente serem baseadas em fatos, o Governo irá tomar as acões apropriadas. No estágio atual, entretando, o monistério não está ciente de nenhum orgão regulador local ou internacional de medicamentos que dê crédito a estas alegacões.

Atualmente, a Nova Zelandia esta seguindo as recomendacões da Organizacão Mundial da Saúde (OMS) para prevenir a propagacão da gripe A(H1N1). A OMS está encorajando todos os países a implementarem estratégias de vacinacões apropriadas às suas situacões. Na luz desta recomendacão, a Nova Zelandia comprou vacina suficiente para imunizar os trabalhadores de saúde da linha frente.

Sinceramente
Hon Tony Ryall
Ministro da Saúde

---------------------------------------------------

Apesar da resposta de certa forma negativa em relacão às investigacões que estariam sendo tomadas pelo ministério da saúde da Nova Zelândia, mostra que pela primeira vez um governo está ciente das acusacões contra a Baxter, inclusive, como mostra o artigo da naturalnews, estaria ciente das acusacões da jornalista austríaca Jane Burgermeister, que acusa a OMS, a ONU, o governo americano e as Companhias Farmacêuticas de estarem conspirando para fabricar e distribuir agentes biológicos classificados como armas biológicas mortais de forma a causar uma pandemia e morte em massa.

Como ainda não me dei como satisfeito, irei perguntar a ele se não haveria indícios suficientes para iniciar uma investigacão sobre esta empresa, e se estariam solicitando esclarecimentos a Baxter sobre o episódio da vacina.

Manterei-lhes informados ;)

Fontes:

Natural News

2 comentários:

Anônimo disse...

Então o governo da NZ está ciente da acusação e dos fatos...

E enquanto isso, o Governo da NZ aplica a vacina na população...

Pelo princípio da segunrança, não devia investigar primeiro, e vacinar depois, quando tivesse certeza de que a vacina é segura?

Edu disse...

Ola meu amigo acompanho seu blog a um bom tempo..
queria saber se podemos nos correspondermos via e-mail
o meu é

djtayan@hotmail.com

abraço me respondendo comento mais ..

Posts Relacionados
 
;