RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Rússia Afirma que a Inteligência Estrangeira Está se Preparando para Atacar o Setor Financeiro

sábado, 18 de fevereiro de 2017 |

O Serviço Federal de Segurança da Rússia (FSB) afirma que tem provas que as agências de inteligência estrangeiras estão se preparando para lançar ciberataques para desestabilizar o sistema financeiro da Rússia e atacar seus maiores bancos, relata o RT.

De acordo com o FSB, os ataques começarão em 5 de dezembro de 2017, e incluirão uma grande campanha de mensagens de texto de spam e postagens em redes sociais e blogs. O ataque foi projetado para explorar a crise do crédito e do sistema financeiro na Rússia, disseram as autoridades.


Os russos afirmam que os ataques serão originários de um serviço de hospedagem na Holanda. "Como resultado das atividades de pesquisa operacionais, descobriram que a capacidade do servidor e centros de comando e controle para ataques cibernéticos estão localizados na Holanda e pertencem à empresa de hospedagem ucraniana 'BlazingFast'", advertiu o FSB  em 2 de Dezembro.

Vários funcionários russos foram alvo de ataques cibernéticos. Uma rede de hackers ucraniana lançou um cache de e-mails obtidos a partir da conta de um assessor do conselheiro do Kremlin, Vladislav Surkov, em outubro e em novembro, os bancos russos Sberbank e Banco Alfa disseram que foram vítimas de ataques cibernéticos.

O FSB diz que está trabalhando para neutralizar a ameaça. Os bancos russos também estão se preparando para repelir o ataque esperado.

"Esperamos que os sistemas de segurança cibernética dos bancos sejam capazes de repelir [os ataques], pensamos que os bancos são geralmente muito bem preparados. No entanto, se necessário, o Banco Central e o Tesouro irão fornecer liquidez adicional", disse o vice-ministro Aleksey Moiseyev ao TASS, o serviço oficial de notícias russa.

"A situação está sob controle. Os bancos receberam as orientações necessárias", disse o banco central russo em um comunicado, relatou a agência Reuters.

A Reuters citou Anton Onoprichuk, diretor da BlazingFast, com sede em Kiev, que disse que o FSB não entrou em contato com seu serviço.

O Onoprichuk disse que é tecnicamente possível um ataque cibernético ser montado a partir de seus servidores. "Tecnicamente é possível. É possível com qualquer empresa de hospedagem, onde você aluga um servidor. Você pode atacar o que quiser, e em 99% dos casos, isso só se tornará conhecido após o evento", disse ele.

De acordo o vazamento do DNC, democratas, o governo Obama, e o Departamento de Segurança Interna disseram que a Rússia era o responsável.

Em resposta à alegação infundada, o vice-presidente Joe Biden disse que os Estados Unidos iriam montar uma resposta "proporcional" à Rússia.

"Estamos enviando uma mensagem", disse Biden a Chuck Todd no programa Meet The Press da NBC. "Temos a capacidade de fazer isso."


Leia mais:



Diretor da NSA se Reúne Secretamente em Israel para Planejar Ataques Cibernéticos












Fontes:
- News Target: Russia claims foreign intelligence preparing to cyber attack its financial sector
RT: Foreign intel agencies to launch massive cyberattacks on Russian financial system – FSB
Time: Hacked Kremlin Emails Could Signal a Turn in the U.S.-Russia Cyberwar
Fortune: Two of Russia’s Largest Banks Say They’ve Been Hacked
Reuters: Russia says foreign spies plan cyber attack on banking system
Homeland Security: Joint Statement from the Department Of Homeland Security and Office of the Director of National Intelligence on Election Security
The Hill: Obama administration publicly blames Russia for DNC hack
The New York Times: Biden Hints at U.S. Response to Russia for Cyberattacks

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;