RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Mais de um Terço das Espécies Nativas de Abelhas do Reino Unido Estão Morrendo

quinta-feira, 15 de agosto de 2019 |


Os especialistas estão preocupados com o declínio dramático na população de abelhas da Grã-Bretanha, e dada a dificuldade que poderia significar para o futuro fornecimento de alimentos, é uma questão que merece a atenção de todos.

Pesquisadores descobriram que um terço das espécies de abelhas britânicas está sofrendo declínios. Outra espécie importante, os sirfídeos, também estão sob ameaça, e a perda desses importantes polinizadores tem preocupado os agricultores britânicos.

Depois de examinar mais de 700.000 registros biológicos, os pesquisadores descobriram que a distribuição geográfica de sirfídeos e abelhas caiu cerca de 25%, com perdas ainda maiores - 55%, para ser exato - observadas nas regiões altas do norte da Inglaterra. São as espécies mais raras que estão sendo mais atingidas por esses declínios, no entanto. Os resultados foram publicados na revista Nature Communications.


Embora as abelhas domesticadas que são mantidas em colmeias realizam cerca de um terço da polinização, abelhas e sirfídeos são responsáveis ​​pela maioria das outras polinizações. Para se ter uma ideia de quão importante eles são, o valor dos insetos polinizadores para a economia no Reino Unido é estimado em £ 690 milhões por ano.

Setenta das 100 principais culturas alimentares para os seres humanos são polinizadas por abelhas, incluindo frutas, nozes e vegetais. Além de polinizar nosso alimento, eles também são vitais para manter vivos outros tipos de vida selvagem, tanto como alimento quanto polinizadores.

Pesticidas são o grande motivo para o declínio de abelhas

Especialistas identificam algumas possíveis explicações para esses declínios, incluindo o uso de pesticidas, seca, déficits nutricionais, espécies invasoras, doenças, poluição do ar e outras pressões sobre as populações.

O Reino Unido não é o único lugar com esse problema; populações de abelhas estão caindo ao redor do mundo, levando os cientistas a alertar sobre uma potencial "catástrofe".

A eliminação de pesticidas tóxicos pode contribuir muito para conter o problema. Neonicotinóides são os pesticidas mais amplamente utilizados na agricultura convencional. Eles paralisam os insetos  incitando a morte. Infelizmente, por serem pulverizados em sementes e plantações, eles entram no néctar e no pólen das plantas, o que representa um perigo direto para as abelhas. As abelhas que foram expostas a esses produtos químicos nem sempre morrem, mas as que sobrevivem frequentemente sofrem com problemas de fertilidade, dificuldades de coleta e problemas de aprendizado e memória. Não é surpreendente que nos EUA, os estados que usam mais neonicotinóides tenham sofrido as maiores perdas nas populações de abelhas.

França é Primeiro País a Banir Todos os Cinco Pesticidas Ligados à Morte de Abelhas





A proibição neonicotinóide pode ajudar

Os cientistas também esperam que as restrições ao uso de neonicotinoides ajudem a conter esse problema. A União Europeia proibiu temporariamente o uso de três tipos de neonicotinoides em 2013 em plantações de flores que atraem insetos polinizadores como as abelhas, e a proibição foi expandida no ano passado para cobrir todas as culturas. Embora isso possa dar a algumas abelhas uma chance de lutar, também é importante ter em mente que elas precisam de proteção contra ameaças como a perda de diversas flores, a destruição de seus habitats de nidificação e a introdução de parasitas.

Existem algumas coisas que os jardineiros podem fazer para ajudar a aliviar o problema em um nível individual. Especialistas sugerem deixar algumas partes de seu jardim sem cultivo, com um pedaço de grama mantido intocado. Eles também dizem que trechos de terra pura podem ser úteis para espécies solitárias como abelhas de mineração que gostam de se aninhar em buracos no solo. Cultivar lavanda em jardineiras de janela também pode ajudar as abelhas.

A maioria das pessoas não gosta de encontrar abelhas ao ar livre, mas a verdade é que nenhum de nós estaria aqui sem elas. Se não forem tomadas medidas sérias para ajudar a preservar suas populações, nosso suprimento de alimentos poderá entrar em colapso.

Leia mais:

Pesticidas Causaram um Decréscimo de 66% no Número de Borboletas - Estudo






Somente nos Últimos 3 Meses, Agrotóxicos Mataram Cerca de 500 Milhões de Abelhas no Brasil











Fontes:
Natural News: Food supply collapse? Over a third of the U.K.’s native bee and hoverfly species are dying out – here’s why it spells trouble for crops
Daily Mail: One third of 300 native UK bee and hoverfly species are dying out – and it could spell disaster for crops
Daily News Media: Decline in native UK bee population numbers could spell disaster for pollinating crops
Natural News: Humanity’s chemical SUICIDE confirmed: Pesticides sprayed on food crops are wiping out food pollinators, leading toward a global food collapse
Science Mag: European Union expands ban of three neonicotinoid pesticides

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;