RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Geoengenharia Pode Colapsar a Floresta Amazônica, Alertam Cientistas

segunda-feira, 5 de agosto de 2019 |


Os proponentes da geoengenharia solar acreditam que cobrir nosso céu com aerossóis salvará o planeta, reduzindo os níveis de luz solar e parando o aquecimento global que levou muitos alarmistas da mudança climática a um frenesi. Enquanto o debate continua sobre os pontos mais delicados do aquecimento global, há uma coisa que os cientistas têm certeza: refrigerar artificialmente o planeta usando a geoengenharia solar teria sérias repercussões para o nosso planeta.

A ideia por trás da geoengenharia é pulverizar dióxido de enxofre em nossa atmosfera usando aviões. As nuvens que formariam, teoricamente refletiriam a luz do sol de volta ao espaço e compensariam qualquer aumento na temperatura global, muito parecido com o que acontece com as erupções vulcânicas. De fato, foi inspirada pelo fato de que a erupção do Monte Pinatubo, em 1991, que lançou 15 milhões de toneladas de dióxido de enxofre na estratosfera, ser o único ato nos últimos anos a causar um impacto na elevação do aquecimento global. Acredita-se que seja responsável pelo resfriamento das temperaturas globais em até 0,9 graus Fahrenheit nos dois anos seguintes à explosão.

Imitar essa ação, segundo a teoria, ajudaria a manter a elevação das temperaturas sob controle. Mesmo que soluções como essas já tenham sido postas em prática, os cientistas estão alertando que seria muito perigoso pará-las.


Isso porque o resfriamento intencional da terra poderia mascarar o aquecimento adicional dos gases do efeito estufa. Em um estudo publicado na Nature Ecology & Evolution, os pesquisadores usaram modelos de computador para visualizar o que poderia acontecer se a geoengenharia provocasse o resfriamento do clima e também o que poderia ocorrer se ele parasse de repente. Eles usaram um cenário em que aviões pulverizariam cinco milhões de toneladas de dióxido de enxofre anualmente na atmosfera superior da Terra, durante o curso de 50 anos. Sob o seu modelo, a nuvem de ácido sulfúrico seria distribuída uniformemente entre o hemisfério sul e norte.

Eles descobriram que, caso a geoengenharia parasse por algum motivo, ocorreria um aquecimento muito rápido. Algumas áreas veriam aumentos de temperatura a taxas duas a quatro vezes mais rápidas que a média histórica.

Animais e plantas teriam que migrar para novas áreas, o que fragmentaria os ecossistemas e levaria algumas espécies à extinção. Os incêndios florestais tropicais aumentariam com a redução da chuva no Norte da Europa, Ásia e Amazônia. Espécies teriam que viajar em uma única direção, a fim de manter os níveis de precipitação a que estavam acostumados, enquanto iam para outra direção para encontrar as temperaturas com as quais se acostumaram. Isso colocaria áreas ricas em biodiversidade, como a bacia amazônica e os oceanos tropicais, em um tremendo risco.


Médico Adverte o Mundo sobre o "Pulmão de Chemtrail", uma Nova Epidemia que Causa Problemas Cerebrais e Pulmonares






Impossível descartar alguém parando a geoengenharia abruptamente

Embora não seja do interesse de ninguém pará-la, uma vez que esteja em andamento, não há garantia de que todas as partes com o poder de pará-la agiriam apropriadamente.

O coautor do estudo, Alan Robock, disse: “Se a geoengenharia parasse abruptamente, seria devastadora, então você teria que ter certeza de que poderia ser interrompida gradualmente, e é fácil pensar em cenários que impediriam isso."

De acordo com Janos Pasztor, da Carnegie Climate Geoengineering Governance Initiative, não é implausível acreditar que um determinado país, um grupo de países ou mesmo um indivíduo rico poderia um dia decidir implantar engenharia solar, criando o tipo de início rápido e de parada que colocaria muito do planeta em risco. O plano de bombear a atmosfera com aerossóis, parece, ser arriscado demais para ser a resposta que tantas pessoas querem acreditar que seja.

Leia mais:


Geoengenharia Libera Altas Concentrações de Alumínio no Ar, Causando Aumento nas Doenças Neurodegenerativas











Fontes:
Geoengineering News: Climate intervention strategies pushed by climate change alarmists may COLLAPSE the entire Amazon rainforest, warn scientists
Nature Ecology & Evolution: Potentially dangerous consequences for biodiversity of solar geoengineering implementation and termination
USA Today: Creating clouds to stop global warming could wreak havoc
Futurism: Reversing Climate Change With Geoengineering Could Leave the Planet Worse Off
MIT Technology Review: Here’s the reason we’d never halt a geoengineering project midway through

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;