RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Ex-executivo do Facebook: As Mídias Sociais Estão "Destruindo a Sociedade"

quarta-feira, 20 de dezembro de 2017 |

O ex-executivo do Facebook, Chamath Palihapitiya, recentemente compartilhou suas fortes opiniões sobre as mídias sociais em um discurso na Stanford Graduate School of Business. Em 2007 Palihapitiya tornou-se vice-presidente do Facebook para o crescimento do usuário. Ele agora sente uma "tremenda culpa" pela construção de uma empresa que verdadeiramente "destrói a sociedade".


"Eu acho que criamos ferramentas que estão rompendo o tecido social de como a sociedade funciona", diz Palihapitiya. Seu conselho para as pessoas agora é fazer uma "pausa difícil" de todas as plataformas de redes sociais. As mídias sociais, em geral, aproveitam os pontos fracos da psicologia humana. Os círculos de feedback de curto prazo das redes sociais são projetados para gerar níveis de dopamina nos cérebros do usuários e, portanto, viciam os usuários a breves explosões de satisfação e sentimentos de aceitação e admiração de curta duração. O Facebook é particularmente um terreno fértil para o comportamento narcisista e está criando uma cultura sobre si mesmo. Em vez de falar e ouvir, os usuários geralmente fazem suposições com base em desinformação e parcialidade pessoal, o que, em última instância, destrói o discurso e a compreensão civil.

Em vez de aproveitar o tempo em torno de uma fogueira, fazer longas caminhadas ou andar de bicicleta com familiares e amigos, mais pessoas passam seu tempo dentro de casa, atrás de uma tela, interagindo com símbolos de "joinha" e "likes", entre outras atividades de cliques que distorcem as relações humanas reais.

Leia também: [Censura] Facebook Empurra NOTÍCIAS FALSAS de Esquerda "Sinalizando" Notícias Reais como Falsas

Empresas de vários países, ideologias e grupos políticos colocam anúncios e memes no Facebook que se alimentam das emoções de dados demográficos selecionados dos usuários do Facebook. Os temas políticos e baseados em crenças tornam-se ferramentas divisórias que definem imagens e reputação das pessoas. Os truques divisivos destroem a cooperação do mundo real ao espalhar informações erradas e estereotipando a identidade das pessoas.

Ele diz que os manipuladores são muito capazes de usar o Facebook para fazer com que outras pessoas façam o que querem. Um dos exemplos que ele deu incluiu uma mensagem falsa sobre sequestros no WhatsApp. O hoax levou ao linchamento de sete pessoas inocentes na Índia.

Leia também: URGENTE: Facebook Lança Recurso Controverso para Denunciar "Notícias Falsas" nos EUA

Palihapitiya se junta a um crescente coro de ex-funcionários do Facebook que não usam o site e admitem as maneiras enganosas da empresa. O ex-diretor de produção do Facebook, Antonio Garcia-Martinez, admitiu que o Facebook reside na sua capacidade de manipular e influenciar seus usuários com base nos dados coletados sobre eles. O investidor do Facebook, Sean Parker, agora se opõe a todas as mídias sociais porque as empresas como o Facebook só conseguem bons resultados porque "exploram a vulnerabilidade da psicologia humana".

Embora existam muitos bons usos para sites de redes sociais, é fácil cair nas armadilhas intencionalmente projetadas para manter você no site por mais tempo. Muitos usuários tornam-se viciados na adrenalina da dopamina de obter mais "likes". Outros sentem que as mídias sociais lhes dá uma voz mais ampla e constantemente procuram aqueles que concordam e encorajam os comentários. Quando os likes e o apoio não aparecem, os usuários não recebem a dose que seu cérebro se baseia. Este fato simples da psicologia humana alinha o cérebro para procurar atenção. 

Leia também: Pesquisa Revela o Efeito do Facebook no Cérebro dos Adolescentes

Usuários com pouca inteligência emocional usarão o site para estimular mais atenção, simpatia ou admiração. Os pressupostos e os argumentos frívolos que resultam dos altos e baixos da psicologia humana explorada, em última instância, mudam as perspectivas das pessoas um sobre o outro na vida real, causando problemas que se mostram desproporcionais e mais traições.

Com todos os avisos sobre o lado negro das redes sociais dos ex-funcionários do Facebook, é imperativo que os usuários reduzam o tempo gasto nas mídias sociais. Para manter uma mente saudável e evitar ser manipulado, os usuários devem usar as plataformas de redes sociais apenas para fins produtivos ou não usá-las definitivamente.

Leia mais:


Ex-diretor de Produção do Google: Empresas como o Facebook são uma Ameaça para a Humanidade

















Fontes:
Natural News: Former Facebook exec: Social media is “ripping society apart”
Blacklisted: FORMER FACEBOOK EXEC SAYS SOCIAL MEDIA IS RIPPING APART SOCIETY
- The New York Times: A War of Words Puts Facebook at the Center of Myanmar’s Rohingya Crisis

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;