RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Principais Estratégias para Evitar a Censura On-line e o Cibercrime

terça-feira, 19 de março de 2019 |

A censura na Internet está aumentando em todo o mundo de várias maneiras. Seja o Facebook / Google / Amazon que direcionam a conversa demonizando visões críticas das narrativas oficiais; censura governamental direta, como a recente revogação de visto do controverso orador David Icke; restrições ao acesso à Internet em todo o sistema, como visto em Chade, na África; ou o Grande Firewall da China - o acesso à informação está se tornando uma mercadoria tanto quanto a informação em si.

Trabalhando em conjunto com a censura está o aumento do cibercrime, à medida que mais dados são recolhidos por agências governamentais e privadas, que consideram a nossa presença na Internet e todos os nossos dispositivos conectados fontes irresistíveis de dinheiro e controle.

Nós entramos claramente em uma era onde nossas vidas digitais são quase inextricáveis ​​de nossas vidas reais, então se tornou um desafio enormemente importante proteger nossa privacidade quando nossos limites não são mais apenas 4 paredes e um portão na frente. Proteger-se da invasão requer um pouco de conhecimento quando se trata do reino digital interconectado. Felizmente, novas ferramentas e estratégias continuam a ser desenvolvidas com a intenção de manter nossas vidas e propriedades seguras nessa nova realidade.


VPN (Rede Privada Virtual)

Talvez a linha de frente do combate à censura e ao cibercrime seja simplesmente o direito de permanecer anônimo. Conforme relatado acima, no entanto, é mais fácil falar do que fazer se escolhermos as rotas padrão de acesso à Internet.

A China tornou-se a garota-propaganda das tentativas de contornar o sistema de restrição sobre o que seus cidadãos podem ou não ver. O fato de que a melhor VPN para usar na China ocupa dezenas de serviços premium e gratuitos é ilustrativo de quantas empresas de tecnologia privadas veem isso como um serviço inestimável.

Uma VPN essencialmente criptografa e redireciona seu tráfego para eliminar restrições de IP e outros métodos de geolocalização e identificação. Isso pode ajudar a reduzir a ameaça de crimes cibernéticos e a censura, pois dificulta o acesso dos hackers às suas informações com base em dados que eles possam ter vasculhado para identificá-lo como um alvo em potencial.

A propósito, uma VPN também pode ser usada para contornar a crescente quantidade de apagões de mídia que ocorrem em vários países com respeito a filmes, programas de TV e certas redes de notícias.


NewsGuard e Microsoft se Unem para Destruir a Mídia Independente Antes das Eleições de 2020






O Novo Dinheiro? Por que os Governos não Gostam de Criptomoedas





Descentralização e criptografia do blockchain

Um dos desenvolvimentos mais interessantes nos últimos anos é a chegada do sistema de contabilidade distribuída descentralizada conhecido como Blockchain. Esta parece ser uma resposta muito necessária à crescente centralização que está no centro de todos os modernos sistemas tecnocráticos de controle. Em particular, a Internet das Coisas (IoT) já introduziu vulnerabilidades maciças que alguns especialistas atribuem a uma taxa de reprovação de 75%, mesmo que esteja projetada para explodir em uso na próxima década.

Muitos dos dados gerados pela IoT são altamente pessoais. Os dispositivos Smart Home têm acesso a detalhes íntimos sobre nossas vidas e rotinas diárias. Estes são dados que precisam ser compartilhados com outras máquinas e serviços para serem úteis. Mas isso também significa que há muito mais aberturas para os hackers atacarem. As empresas e os governos que investem na IoT também precisam lidar com esse escopo maior de violação de dados por criminosos, rivais ou inimigos estrangeiros. A imutabilidade do blockchain torna muito mais fácil rastrear e bloquear um único comprometimento potencial para sistemas mais amplos, além de oferecer procedimentos de autenticação complexos muito mais seguros do que sistemas de senha de um único ponto.


Internet das Coisas: Controle Total Disfarçado de Conveniência e Status




O Blockchain também oferece novos meios de publicar e acessar informações que estão sendo usadas mais amplamente agora que estamos vendo certas vozes independentes sendo removidas das plataformas (censuradas) pela mídia do establishment e empresas de mídia social, muitas vezes tomando suas diretrizes do governo.

A liberdade de expressão é um princípio fundamental dos direitos humanos em geral e, no entanto, está atualmente sob ataque mesmo em democracias e repúblicas constitucionais em todo o mundo.

Uma nova iniciativa blockchain baseada em BCH chamada Bookchain está chegando ao ponto de dizer que essa tecnologia pode “proteger a literatura de um futuro distópico”.

Os itens no blockchain não podem estar sujeitos à censura, proibição ou silenciamento durante a duração da Internet”, detalha o criador do Bookchain no site da plataforma.

Outro novo desenvolvimento ocorreu recentemente em nossa área de publicação: a mídia alternativa. Depois de suportar a recente limpeza do Facebook, bem como os ataques dos algoritmos de "notícias falsas" do Google, o site Anti-Media fez uma parceria com a LBRY para publicar seu site.

Nick Bernabe, fundador do Anti-Media, comentou sobre a nova tecnologia:

Essas novas ferramentas da LBRY vão isolar o site Anti-Media da censura corporativa com a qual estamos lidando recentemente no Facebook e no Twitter. Agora, nossos fãs podem encontrar todo o nosso conteúdo em lbry.theantimedia.com, um hub descentralizado para nossa publicação, e nossa equipe nunca mais perderá o acesso ao nosso trabalho.

A necessidade de os seres humanos se comunicarem com os outros e buscarem a verdade - individual e coletivamente - está sob ataque e não pode ser tolerada. Precisamos empregar todas as estratégias que podemos conceber para construir e apoiar sistemas de liberdade. Uma vez que as liberdades de expressão e comunicação são restritas, todas as outras liberdades estão em grave risco. Nós temos as lições da história para nos guiar, vamos fazer o nosso melhor para não repeti-las.

Leia mais:


DENÚNCIA: Fonte Interna do Facebook Expõe Algorítimo de Supressão da Mídia Independente Conservadora


















Fontes:
Activist Post: Key Strategies For Avoiding Online Censorship and Cybercrime
News Bitcoin: BCH-Powered Bookchain Aims to Protect Literature From a Dystopian Future
Activist Post: The Internet of Things and the FCC: Failure Rate Approx. 75%, Millions Already Hacked, Tax Dollars Spent
- Global Voices: One year without internet in Chad: Citizens have been offline since March 2018

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;