RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Produtor da BBC diz que as Imagens de Supostas Vítimas de Ataque a Gás em Douma são Encenadas

domingo, 17 de fevereiro de 2019 |

'O ataque em Douma aconteceu, mas o sarin não foi usado lá'

Riam Dalati, um produtor da BBC na Síria, disse que as imagens de pessoas tratadas depois de um suposto ataque de armas químicas na cidade síria de Douma foram encenadas.


Dalati escreveu no Twitter na quarta-feira que o assunto foi investigado por seis meses.

O jornalista apontou que nenhuma morte havia ocorrido no hospital, acrescentando que o ataque em Douma havia acontecido, mas o sarin não foi usado lá. No entanto, Dalati observou que a Organisation for the Prohibition of Chemical Weapons (OPCW) investigaria se o cloro foi usado no local.

O ATAQUE ACONTECEU, o Sarin não foi usado, mas teremos que esperar a @OPCW provar o uso do Cloro ou o contrário.
No entanto, todo o resto do ataque foi fabricado para o efeito máximo. https://t.co/abRvSIMV1L

- Riam Dalati (@Dalatrm)

O Ministério das Relações Exteriores da Rússia, comentando a questão, disse que Moscou está aguardando a posição oficial da BBC após uma declaração de um de seus produtores sobre as filmagens após um suposto ataque químico em Douma.

"O ponto culminante deste teatro do absurdo pode ser considerar as declarações de um produtor da BBC britânica, que confirmou, com base em sua própria pesquisa, a natureza encenada da filmagem com a participação direta dos 'White Helmets'", disse Maria Zakharova.

Ela acrescentou que Moscou quer ouvir a posição da empresa como um todo, porque ela cobria ativamente esses eventos.

O grupo White Helmets publicou um vídeo após o ataque relatado em Douma, localizado em  Damasco, no leste de Ghouta, no início de abril de 2018. O vídeo mostrou residentes locais, adultos e crianças, sendo tratados no hospital após o suposto ataque.

No entanto, em poucas horas, Dalati tornou sua conta no Twitter privada.

Os relatórios sobre o ataque e a publicação das filmagens feitas pelos White Helmets foram seguidos por ataques com mísseis levados a cabo pela França, o Reino Unido e os Estados Unidos em supostas instalações de produção de armas químicas em Damasco.

Estados ocidentais acusaram repetidamente as autoridades sírias de terem realizado o ataque de Douma, enquanto Damasco negou qualquer envolvimento no incidente.

O Ministério das Relações Exteriores russo disse que as alegações sobre o suposto uso de produtos químicos tóxicos pelo governo sírio tinham como objetivo justificar a ação militar externa.

Além disso, antes do incidente em Douma, as Forças Armadas Russas alertaram para uma provocação usando armas químicas na cidade síria por militantes.

Notavelmente, em abril, a emissora de RT informou que Dalati já havia expressado seu ceticismo sobre o vídeo do hospital de Douma em um post no Twitter. No entanto, o jornalista posteriormente excluiu seu tweet, alegando uma violação da política editorial.

No mesmo mês, Hassan Diab, 11 anos, que participou do vídeo dos White Helmets, em entrevista a um canal de mídia russo ao lado de seu pai, fez uma descrição detalhada de como as filmagens das pessoas tratadas no hospital haviam sido feitas. Diab disse, entre outras coisas, que as crianças recebiam comida para participar do vídeo.

Os moradores de Douma, entrevistados pelo site Sputnik, não conseguiram confirmar que o ataque ocorreu ali. Eles disseram que não sabiam nada sobre isso e não estavam cientes de alguém ter sido afetado por substâncias químicas tóxicas.

Leia mais:


Moscou Afirma que há "Evidências Irrefutáveis" que o Ataque Químico na Síria é uma FALSA BANDEIRA












Fontes:
- Infowars: BBC PRODUCER SAYS FOOTAGE OF ALLEGED GAS ATTACK VICTIMS IN SYRIA’S DOUMA STAGED
Sputnik News: BBC Producer Says Footage of Alleged Gas Attack Victims in Syria's Douma Staged

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;