RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Revisão Abrangente Revela Lacunas Terríveis nos Testes de Segurança de Pesticidas

sábado, 5 de maio de 2018 |

Quase todos os pesticidas comercializados no mercado hoje contêm aditivos além dos ingredientes ativos primários que são projetados para “aumentar” sua potência. Mas esses adjuvantes químicos, ou ingredientes "inativos", quase nunca são devidamente avaliados quanto à segurança, a qual uma nova pesquisa publicada na revista Frontiers in Public Health sugere ser uma séria ameaça à saúde pública.


Essas “lacunas” de avaliação de risco são um grande problema, explica o documento, porque não levam em conta os perigos potenciais desses outros ingredientes. Os próprios ingredientes não são apenas potencialmente problemáticos, mas também tornam o princípio ativo mais perigoso, ou até mesmo alteram a maneira como ele funciona.

A primeira desse tipo a avaliar as lacunas de avaliação de risco em relação aos adjuvantes dos pesticidas, essa revisão abrangente pede que os reguladores desenvolvam novos padrões que protejam melhor o público contra os possíveis danos causados ​​pela exposição a pesticidas. Ele também procura estabelecer o que as pessoas acham que sabem sobre a segurança de pesticidas, o que provavelmente é distorcido com base em como é apresentado na literatura científica.

"A exposição aos níveis ambientais de algumas dessas misturas adjuvantes pode afetar organismos não-alvo - e até mesmo pode causar doença humana crônica", diz Dr. Robin Mesnage, do King's College London, um dos autores do artigo. “Apesar disso, os adjuvantes não estão atualmente sujeitos a uma ingestão diária aceitável e não estão incluídos na avaliação de risco à saúde de exposições dietéticas a resíduos de pesticidas.”

Leia também: [Estudo] O Glifosato Contribui para o Aumento do Autismo

Os adjuvantes presentes em vacina fazem a mesma coisa, aumentando consideravelmente a toxicidade das vacinas infantis

Os adjuvantes químicos presentes em fórmulas de pesticidas incluem tudo, desde corantes, agentes anti-espumantes e surfactantes a potenciadores e até outros pesticidas. E, do ponto de vista legal, os fabricantes de pesticidas nem precisam rotular o que são todos eles, pois as diretrizes regulatórias permitem um designador geral de “ingredientes inativos”.

Em muitos casos, esses “ingredientes inativos” compreendem a maior parte da fórmula e, no entanto, não estão sujeitos a nenhum escrutínio regulatório - mesmo quando são 95% do que está dentro do frasco. Isso significa que a toxicidade total de uma determinada fórmula de pesticida é completamente desconhecida e pode ser muito mais tóxica do que o fabricante é legalmente forçado a admitir.

Atualmente, a avaliação do risco à saúde dos pesticidas na União Européia e nos Estados Unidos concentra-se quase exclusivamente no ingrediente ativo”, acrescenta o Dr. Mesnage. “Apesar da toxicidade conhecida dos adjuvantes, eles são regulados de maneira diferente dos princípios ativos, com seus efeitos tóxicos sendo geralmente ignorados”.

É uma situação semelhante com as vacinas, as quais contêm todos os tipos de adjuvantes químicos que nunca foram testados em segurança em conjunto com o ingrediente ativo primário. Um estudo que analisou o hidróxido de alumínio, um comum adjuvante presente em vacinas, descobriu que ele pode causar doenças neurológicas, como a chamada "Síndrome da Guerra do Golfo", ou SGG.

Os pesticidas não são diferentes, pois seus adjuvantes podem ter um efeito profundo sobre os ingredientes ativos. Como parte da revisão, o Dr. Mesnage e seus colegas analisaram o glifosato, o principal ingrediente ativo do herbicida Roundup da Monsanto. O que eles descobriram é que o glifosato se torna mais tóxico em consequência de todos os adjuvantes adicionados à fórmula do Roundup.

Estudos comparando a toxicidade das formulações comerciais de herbicidas com a do glifosato isoladamente mostraram que várias formulações são até 1.000 vezes mais tóxicas que o glifosato nas células humanas”, diz o Dr. Mesnage. "Acreditamos que os adjuvantes são responsáveis ​​por esse efeito tóxico adicional".

Os inseticidas neonicotinoides são igualmente suspeitos, já que seus adjuvantes mostraram resultar em mortes em massa de abelhas  - sem mencionar os altos níveis de resíduos adjuvantes que estão sendo encontrados no mel, no pólen e na cera de abelha extraída de abelhas contaminadas.

O teste de formulações inteiras de pesticidas, em vez de apenas ingredientes ativos, criaria uma abordagem de precaução, garantindo que o valor de orientação para o pesticida seja válido para o cenário de exposição de pior caso”, conclui o Dr. Mesnage.

Leia mais:


FDA Escondeu Descobertas do Glifosato do Público Depois de Encontrar o Químico em TODOS os Alimentos


















Fontes:
- Notícias Naturais: Revisão Abrangente Revela Lacunas Terríveis nos Testes de Segurança de Pesticidas
Glyphosate News: Comprehensive review reveals horrifying gaps in the safety testing of pesticides
Science Daily: Commercial pesticides: Not as safe as they seem
Natural News: Study: Vaccine adjuvant aluminum hydroxide causes neurological disease

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;