RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Suécia: Mulher é Interrogada e Presa por Postar Meme de Piada sobre o Islã

sábado, 3 de março de 2018 |

Uma mulher da Suécia foi interrogada pela polícia, seu DNA foi recolhido e posteriormente presa pelo "crime" de compartilhar um meme de piada sobre o Islã no Facebook.


A mulher de 32 anos de Gotemburgo chamou a atenção das autoridades depois de publicar a imagem abaixo, a qual retrata um homem muçulmano com o cérebro removido e depois envolto em veste islâmica.


Embora o meme possa ser considerado ofensivo, o que aconteceu a seguir foi verdadeiramente Orwelliano.

Leia também: Governo dos EUA Gasta 1 Milhão de Dólares para Vigiar "Memes Suspeitos" na Internet

Um repórter alertou a polícia sobre a postagem, alegando que a mulher se expressou "de forma ameaçadora" em relação a um grupo protegido. O repórter informou a identidade da mulher e seu local de residência.

A mulher foi convidada a visitar uma delegacia de polícia em Gotemburgo, onde seu DNA foi colhido e entrou em uma base de dados criminais.

A mulher pediu mil desculpas pela postagem, alegando que ela pensava que a postagem era destinada aos membros do ISIS, afirmando que seu melhor amigo era muçulmano e que ela estava doente na época e com febre quando publicou a imagem.

Isso não satisfez as autoridades, que a interrogou sobre seus pensamentos em relação à "sociedade multicultural" da Suécia, e se ela tinha "algo contra os muçulmanos". A mulher insistiu que ela era contra o Estado Islâmico, não contra os muçulmanos individuais.

No entanto, a promotora de Gotemburgo, Sara Toreskog, decidiu proceder com acusações de discurso de ódio e a mulher agora enfrenta dois anos de prisão.

Como documentamos de forma exaustiva, a Suécia é um país autoritário que processa as pessoas por satirizar e diz a verdade.

No ano passado, uma mulher sueca de 70 anos foi processada por discurso de ódio por ter dito que viu migrantes incendiarem automóveis, algo que acontece o tempo todo na Suécia.

O policial sueco Peter Springare também está sendo investigado pela simples observação de que os "infratores nascidos fora" são em grande parte os responsáveis ​​pelo problema de estupro em grupo do país.

Um grupo de esquerda no país está coletando postagens de redes sociais e tentando rastrear os autores por seus "crimes de opinião". O grupo tem sido principalmente bem sucedido ao expor pessoas idosas por "incitar o ódio" nas mídias sociais.

Com os democratas da Suécia anti-imigração atuando bem em pesquisas no período anterior às eleições de setembro de 2018, muitos comentaristas sugerem que os suecos têm uma última chance de corrigir o inferno politicamente correto que seu país se tornou antes que seja tarde demais.

Leia mais:



Bispo Sueco dá as Boas Vindas à Chamada de Oração Muçulmana para o Bem da Sociedade


















Fontes:
Infowars: SWEDEN: WOMAN INTERROGATED & IMPRISONED FOR POSTING JOKE MEME ABOUT ISLAM
Breitbart: Swedish Pensioner Prosecuted for ‘Hate’ for Accusing Migrants of Torching Cars on Facebook
Breitbart: Swedish Whistleblower Cop Put on Notice for Claiming Gang Rape ‘Cultural Phenomenon’ Linked to Mass Migration
Sputnik: Swedish 'Thought Police' Brings Elderly Ladies to Justice for 'Hate Speech'

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;