RSS do Blog Anti-NOMBlog Anti-NOM no Google Mais Twitter do Blog Anti-NOM Facebook do Blog Anti-NOM

Snowden e Chomsky Enviam uma Carta Aberta a Trump

quarta-feira, 17 de maio de 2017 |

O ex-analista da CIA, Edward Snowden e o reconhecido filósofo Noam Chomsky pediram ao presidente dos EUA, Donald Trump, que retire a investigação do governo americano sobre o Wikileaks e seu fundador Julian Assange.

Juntamente com uma centena de ativistas, jornalistas e funcionários do governo, Snowden e Chomsky assinaram uma carta aberta ao presidente que qualifica a perseguição contra o Wikileaks como uma "ameaça a todo o jornalismo livre".


A carta pede ao Departamento de Justiça dos EUA, que abandone seus planos de apresentar acusações contra Assange e outros membros do pessoal do Wikileaks.

Segundo a carta:

"Se o Departamento de Justiça é capaz de condenar um editor por seu trabalho jornalístico, todo o jornalismo gratuito pode ser criminalizado".

Durante a campanha eleitoral, Trump elogiou o trabalho do Wikileaks em várias ocasiões, especialmente quando suas revelações sobre Hillary Clinton lhe ajudaram a alcançar a presidência.

Leia também: WikiLeaks Revela Rituais Satânicos Usados por Chefes da Casa Branca

No entanto, outros membros da administração Trump não expressaram o mesmo entusiasmo, e o próprio Trump parece ter mudado de opinião, agora que o Wikileaks já não é mais útil.

O procurador geral dos EUA, Jeff Sessions, afirmou no mês passado que a prisão de Assange era uma "prioridade" para os EUA.

Sua declaração se tornou o motivo para a carta aberta.


Carta Aberta ao Presidente Trump:

Caro Presidente Trump,

Somos jornalistas, ativistas e cidadãos dos Estados Unidos e do mundo que se preocupam com a liberdade de imprensa e estamos escrevendo para você em resposta à última ameaça de acusação contra o WikiLeaks por seu trabalho jornalístico. Pedimos que você encerre imediatamente a investigação do Grande Juri sobre o WikiLeaks, e descarte qualquer acusação contra Julian Assange e outros funcionários do Wikileaks que o Departamento de Justiça esteja planejando.

Esta ameaça ao WikiLeaks agrava uma guerra de longa duração de atrito contra a grande virtude dos Estados Unidos - a liberdade de expressão. A administração Obama processou mais whistleblowers do que todos os presidentes combinados e abriu uma investigação ao Grande Júri sobre o WikiLeaks sem precedente. Agora parece que os EUA estão se preparando para dar o próximo passo - processar editores que fornecem a "moeda" da liberdade de expressão, parafraseando Thomas Jefferson. É relatado que as acusações, incluindo conspiração, roubo de propriedade do governo e violação da Lei de Espionagem estão sendo considerados contra membros do WikiLeaks, e que julgar o Editor do WikiLeaks, Julian Assange, é agora uma prioridade do Departamento de Justiça.

Comprometer o trabalho do WikiLeaks - o qual é a publicação de informações protegidas pela Primeira Emenda - é uma ameaça para todo o jornalismo livre. Se o DOJ for capaz de condenar um editor por seu trabalho jornalístico, todo o jornalismo livre pode ser criminalizado.

Pedimos a você como Presidente dos Estados Unidos para fechar a investigação do Grande Júri sobre o WikiLeaks e descartar quaisquer acusações planejadas contra qualquer membro do WikiLeaks. Ele foi uma imprensa livre e robusta que forneceu-lhe uma plataforma para a candidatura à presidência. Defender uma imprensa verdadeiramente livre exige liberdade do medo e favor e do apoio de jornalistas e cidadãos em todos os lugares; o tipo de ameaça agora enfrentando pelo WikiLeaks - e todos os editores e jornalistas - é um passo para a escuridão.

Leia mais:


Ron Paul Defende Assange: "Não Permitam que Trump Declare Guerra contra a Verdade"






Noam Chomsky: Edward Snowden é um Verdadeiro Patriota que Deve ser Honrado






Fontes:
- El Microlector: SNOWDEN Y CHOMSKY ENVÍAN UNA CARTA ABIERTA A TRUMP
I Am Wikileaks: Open Letter to President Trump

Nenhum comentário:

Posts Relacionados
 
;